JPG Oferta da Semana 300x250 VI

SAÚDE

A postura corporal como aliada do vendedor

Por Sandro da Matta - 19 de abril de 2011

Vivemos em um mundo em que a imagem desempenha grande papel em nossas vidas. A imagem corporal, resultado, entre outras coisas, da postura que assumimos, por conseguinte, nos possibilita causar impressões no outro, antes mesmo de emitirmos qualquer palavra e até mesmo de direcionarmos um olhar.  As impressões causadas por nossa postura corporal podem atrair, intimidar, despertar indiferença, segurança ou medo, e muitos outros sentimentos, importantes de serem despertados ou afastados de nossos clientes.

Um bom vendedor deve estar atento à sua apresentação pessoal como um todo, em especial no que diz respeito à sua postura corporal. Um vendedor cabisbaixo, com ombros caídos, abdome proeminente e um andar arrastado, certamente não causa uma boa impressão ao cliente, pois é a imagem do desânimo em pessoa. Por outro lado, um vendedor com o peitoral estufado, com ombros para trás e abdome encolhido forçadamente pode não ser nada agradável ao cliente, pois transmite uma imagem de agressividade.

Este assunto é de grande importância e extensão, de tal forma que seria impossível esgotarmos todas as dúvidas em uma breve leitura. Porém, fique atento à alguns aspectos importantes da postura corporal que um vendedor deve dominar:

Qualquer que seja a situação procure manter seu plano de visão no mesmo nível que seu cliente. Se a venda é discutida à mesa, sente-se preferencialmente à frente do cliente, sem debruçar sobre a mesma. Mantenha a postura ereta com a cabeça no prolongamento da coluna vertebral e os ombros alinhados com o tórax. Atenção às mãos: quando não estiver desenvolvendo nenhuma atividade com elas, evite comportamentos do tipo ficar batendo uma caneta na mesa, arrumar o cabelo há todo momento ou mesmo se coçar. Manter o abdome levemente contraído é importante para manutenção da boa postura. Evite ficar parado por muito tempo em uma mesma posição isso não favorece a boa circulação do sangue, o que causa fadiga e leva a adoção de posturas errôneas. Jamais fique encostado em vitrines, mesas paredes ou qualquer outro anteparo.

Por último, uma boa postura frequentemente pode ser resultado de uma prática regular de atividade física. Procure um profissional de educação física ou fisioterapia, eles podem colaborar para o aperfeiçoamento da sua postura.

Para saber mais leia: “O corpo fala: a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal”, de Pierre Weil e Roland Tompakow, da Editora Vozes.

Sandro da Matta é Doutorando em Epidemiologia em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública/FIOCRUZ e docente dos cursos de graduação em educação física e nutrição do Centro Universitário Metodista Bennett. Contato: profsandrodamatta@terra.com.br

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet