PUBLICIDADE

Exposição - Rio

EXPOSIÇÃO - RIO JANEIRO

ABRAM ALAS PARA CLÓVIS BORNAY

ABRAM ALAS PARA CLÓVIS BORNAY

Foto: divulgação

Centro Municipal de Referência da Música Carioca

Por Márcia Vilella (Target Assessoria de Comunicação)

ABRAM ALAS PARA CLÓVIS BORNAY

Inédita exposição celebra um dos mais importantes nomes do carnaval carioca

De 19 de fevereiro a 17 de abril de 2011

Ícone dos carnavais cariocas, Clóvis Bornay ganha uma homenagem mais do que merecida: a partir do dia 19 de fevereiro, o Centro Municipal de Referência da Música Carioca – Tijuca, recebe e expõe fantasias e fotos, medalhas, rascunhos de desenhos, um mini documentário com depoimentos das filhas adotivas do carnavalesco - além do áudio de algumas marchinhas que ele cantou nas décadas de 60 e 70.

A mostra, que reúne 10 fantasias pertencentes ao acervo do Museu da Cidade, vai apresentar um pouco da história do criador do tradicional Baile de Gala do Theatro Municipal, que dedicou 77 anos de sua vida à maior festa popular da terra. Poderão ser apreciadas as famosas fantasias: Príncipe Alican, Pavão Misterioso, Dalai Lama, Cometa Halley, Drácula, Azul e Preto e Sol da Meia Noite, entre outras.

A dedicação e a paixão pelo carnaval levou Clóvis Bornay a receber inúmeros prêmios, para depois ser considerado hors concours em grande parte dos concursos de fantasias de que participou. Bornay tem o mérito de ter sido o responsável pela introdução da figura de destaque nos desfiles das escolas de samba e, desde então, sempre fez questão de participar pessoalmente das apresentações na avenida com as fantasias luxuosas que fizeram dele um dos mais importantes representantes da cultura brasileira.

Clóvis Bornay

Nascido em Nova Friburgo em 1916, Clóvis encontrou no carnaval sua grande paixão. Começou sua carreira em 1937, quando idealizou os concursos de fantasias, inspirado nos modelos dos bailes de Veneza. Ainda nesse ano estreou nas passarelas com sua fantasia intitulada "Príncipe Hindu" e ganhou o primeiro lugar.

No carnaval de rua, foi carnavalesco das escolas de samba Salgueiro em 1966, Portela em 1969 e 1970 e da Mocidade em 1972 e 1973. Com a Portela ganhou o campeonato de 1970 com o enredo "Lendas e mistérios da Amazônia". Foi jurado de figuras importantes na TV, como Chacrinha e Silvio Santos.

De 19 de fevereiro a 17 de abril de 2011
Centro Municipal de Referência da Música Carioca
De terça a sexta-feira, das 10h às 18h
Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca. Tel.: (21) 3238-3831. Entrada franca.

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet