Alimentos - Nutrição

NUTRIÇÃO - ALIMENTAÇÃO

ALIMENTOS FUNCIONAIS

Tomates

Foto: divulgação

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Tomate - Licopeno

Antioxidante relacionado à diminuição do risco de câncer de próstata

Cenoura - Betacaroteno

Antioxidante que diminui o risco de câncer e de doenças cardiovasculares

Alimentação saudável, equilíbrio nutricional, qualidade de vida ... com certeza você já ouviu/leu sobre esses assuntos.

Hábitos alimentares adequados como o consumo de alimentos pobres em gorduras saturadas e ricos em fibras presentes em frutas, legumes, verduras e cereais integrais, juntamente com um estilo de vida saudável (exercícios físicos regulares, ausência de fumo e moderação no álcool) passam a ser peça-chave na diminuição do risco de doenças e na promoção de qualidade de vida, desde a infância até o envelhecimento.

O ritmo de vida acelerado que hoje é exigido das pessoas, independente da área de atuação, faz com que o organismo seja extremamente solicitado, até mesmo além do que podemos suportar. O que fazer para reduzir este desgaste? Balancear a alimentação e fazer uso dos ALIMENTOS FUNCIONAIS.

A Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde (ANVISA) em 1999 regulamentou o ALIMENTO FUNCIONAL, “...como um alimento ou ingrediente que além das funções nutricionais básicas, quando consumido como parte da dieta usual, produz efeitos metabólicos e/ou efeitos benéficos à saúde.” De acordo com a ANVISA, o alimento ou ingrediente que alegar propriedades funcionais, além de atuar em funções nutricionais básicas, irá desencadear efeitos benéficos à saúde e deverá ser também seguro para o consumo sem supervisão médica.

OS ALIMENTOS FUNCIONAIS podem ser classificados em 3 grupos:

• Alimentos com propriedades imunológicas: podem melhorar o sistema imunológico, fazendo com que nosso organismo se defenda de microorganismos. Podemos encontrar nos vegetais, hortaliças, frutas, chás, trigo e peixes.

• Alimentos com atividade antioxidante: protegem o nosso organismo da oxidação provocada pelos radicais livres. Auxiliam no combate a várias doenças como câncer, cardiopatias, catarata e diabetes. São ricos em Vitamina C, Zinco, Vitamina E, Betacaroteno. Podemos encontrar na cenoura, abóbora, brócolis, espinafre, tomate, entre outros.

• Alimentos ricos em ácidos graxos poliinsaturados Ômega-3, Ômega-6: podem prevenir doenças do coração, aumento das taxas de triglicerídeos e hipertensão arterial. Podemos encontrar nos peixes de água salgada e fria e também na semente de linhaça.

Portanto, as propriedades relacionadas à saúde dos alimentos funcionais podem ser provenientes de constituintes normais desses alimentos, como no caso das fibras e dos antioxidantes (vitamina E, C, betacaroteno) presentes em frutas, verduras, legumes e cereais integrais ou através da adição de ingredientes que modifiquem suas propriedades originais exemplificada por vários produtos industrializados, tais como: leite fermentado, biscoitos vitaminados, cereais matinais ricos em fibras, leites enriquecidos com minerais ou ácido graxo ômega 3. Porém, alguns alimentos industrializados possuem concentrações muito baixas dos componentes funcionais, fazendo-se necessário o consumo de uma grande quantidade para a obtenção do efeito positivo mencionado no rótulo. Portanto, o produto contendo a substância funcional não substitui por completo, o alimento de onde foi retirado tal composto, uma vez que apresenta apenas uma característica deste.

Em se tratando de produtos industrializados, alguns autores preferem classificá-los como produtos fortificados ou enriquecidos e não como funcionais.

É importante esclarecer que a funcionalidade dos alimentos será efetiva quando a alimentação estiver associada a um estilo de vida saudável levando em consideração principalmente, o consumo equilibrado dos nutrientes de acordo com as necessidades individuais, e a prática de atividade física.

Alguns exemplos de compostos presentes nos alimentos funcionais e os respectivos benefícios à saúde, estão descritos na tabela abaixo “Alimentação saudável ... mente e corpo equilibrados!”:

COMPOSTOS AÇÕES NO ORGANISMO FONTES ALIMENTARES
Betacaroteno Antioxidante que diminui o risco de câncer e de doenças cardiovasculares Abóbora, cenoura, mamão, manga, damasco, espinafre, couve
Licopeno Antioxidante relacionado à diminuição do risco de câncer de próstata
Tomate, melancia
Fibras
Redução do risco ao câncer de intestino e dos níveis de colesterol sangüíneo
Frutas, legumes e verduras em geral e cereais integrais
Isoflavonas
Redução dos níveis de colesterol sangüíneo e do risco de doenças cardiovasculares
Soja, inhame
Ácido graxo ômega 3
Redução dos níveis de colesterol sangüíneo e do risco de doenças cardiovasculares
Peixes de água fria, frutos do mar e óleo de peixes

Ácido graxo omega-6
Efeito protetor para as doenças cardiovasculares
Óleos vegetais como azeite, óleo de canola, milho e girassol, nozes, soja e gergelim
Ácido graxo
mono-insaturado


Efeito protetor sobre cânceres de mama e próstata
Azeite de oliva
Próbióticos
Ajudam no equilíbrio da flora intestinal e inibem o crescimento de microrganismos patogênicos

Iogurtes, leite fermentado

Vale lembrar também da importância do consumo de fibras. Elas auxiliam o bom funcionamento intestinal e influenciam na absorção das gorduras e açúcares que comemos.

As fibras solúveis auxiliam na absorção de ácidos graxos e sais biliares, que atenuam a velocidade de absorção de diversos nutrientes, entre eles a glicose e o colesterol. Fontes alimentares: frutas cítricas, farelo de aveia, cevada, leguminosas, verduras. As fibras insolúveis como a celulose, lignina e algumas hemiceluloses, que por não serem digeridas favorecem o bom funcionamento dos intestinos, aumentando o volume fecal, e atualmente sendo citadas como fator importante na redução da incidência de câncer de intestino. Fontes alimentares: farelo de trigo, grãos integrais e verduras.

Não existe nenhum alimento que contenha todos os nutrientes necessários ao organismo, por isso precisamos comer alimentos de todos os grupos de forma equilibrada. Lembre-se de que uma alimentação saudável influencia na nossa aparência, nas nossas emoções, na prevenção de algumas doenças e no tratamento de outras, como diabetes, colesterol alto, obesidade e pressão alta.

“Alimentação saudável ... mente e corpo equilibrados!”

Saúde, bem-estar e qualidade de vida estão associados diretamente
com hábitos alimentares e equilíbrio nutricional.

Regina Corrêa – Nutricionista Clínica
Programa personalizado de orientação nutricional e re-educação alimentar
para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes.
Atendimento: Contato Regina Corrêa