eletronicos/300x250.gif
 shopping/02/shopping_300x250.gif
 eletronicos_160x600.gif

CASAS DE SHOWS SÃO PAULO

Bourbon Street Music Club

Foto: Ayrton Valle

Por Canal Aberto - Márcia Marques

Maranhenses do Criolina fazem show no Bourbon Street com participação de Zeca Baleiro

Dupla volta a São Paulo com músicas do premiado CD Cine Tropical, ganhador da 22ª edição do Prêmio da Música Brasileira

Certamente há duas coisas que podemos levar para casa após um show dos maranhenses do CRIOLINA: a pluralidade musical e o bom-humor. Quem assistir a apresentação única que a dupla faz em São Paulo com o show “CINE TROPICAL”, no dia 3 de abril de 2012, às 22h no Bourbon Street, pode conferir que tal afirmação é a mais pura verdade.

Alê Muniz e Luciana Simões, as vozes e os cérebros do Criolina, reúnem no CD 14 músicas inspiradas no mundo do cinema, como “Cine Tropical”, “O Santo”, “Barbarella de Cururupu”, “Vacinado” e “Revanche”, passando por temas como ficção científica, bangue-bangue, romance, aventura e até chanchada. Zeca Baleiro,admirador e incentivador da dupla, que também sobe ao palco como convidado especial, disse: “Criolina é a melhor coisa que apareceu na música do Maranhãonos últimos 20 anos”. O CD “Cine Tropical” foi ganhador em 2011 da 22ª edição do Prêmio da Música Brasileira na categoria Melhor Álbum. A banda que acompanha Alê Muniz (voz e guitarra) e Luciana Simões (voz) é formada por Renê Parisi (guitarra), Gerson da Conceição (baixo), Isaias Alves (bateria), Adriano Magoo de Oliveira (teclado e acordeon) e João Lenhare (trompete).

Samplers e programas eletrônicos, letras fortes e sotaque nordestino num formato contemporâneo que mistura ritmos globalizados como o rock, funk e ska às levadas regionais como tambor de crioula, toadas de bumba-meu-boi, côco, merengue, boleros, carimbó e sóca. Trilha sonora das linhas do Equador, que possuem clima caliente e tropical. "O CD, que tem muita referência da cultura popular do Maranhão, como o tambor de crioula, carimbó, evidenciou para dupla que um trabalho pensado, produzido, gravado, todo feito em São Luís, com músicos locais, pode ter uma grande dimensão e reconhecimento, como foi o caso do Cine Tropical” explica Alê Muniz.

Criamos as músicas a partir de imagens que marcaram a nossa história, referências visuais e sonoras do cinema antigo, como Barbarella, John Wayne, Mazzaropi, Serge Gainsborg, Surf Music, jovem guarda, e misturamos isso à nossa cultura local, às nossas imagens cotidianas, aos nossos ícones ultra tropicais, os mestres da cultura popular do maranhão”, pondera Luciana Simões.

INFORMAÇÕES 
Datas: 04 de abril de 2012
Horários: Terça, às 22h
Preços: R$ 50,00 (inteira)
Classificação etária: 18 anos

LOCAL - Bourbon Street Music Club
Rua dos Chanés, 127 Moema. reservas somente pelo telefone (11) 5095-6100 Aceita cartões de crédito Visa, Mastercard e American Express Estacionamento: Vallet com manobrista: R$ 17,00.
www.bourbonstreet.com.br

Bourbon Street Music Club

O lugar é espelhado nos autênticos night clubs de New Orleans, a capital do jazz. O gênero que imortalizou nomes como John Coltrane, Miles Davis e Chet Baker, além do blues, ecoam por lá.

Famoso pelos shows internacionais, desde a sua inauguração, em 1993, o Bourbon Street Music Club já recebeu nomes como Buddy Guy, Ray Charles e B.B. King. Uma das relíquias que decoram o ambiente é autografada por este último. Trata-se de uma réplica da famosa guitarra Lucille, que ajudou B. B. King a se tornar um mito. O astro foi o primeiro artista a se apresentar no palco da casa e, por isso, é considerado como um padrinho.

O Bourbon, porém, tem abertura para outros ritmos. Aos domingos, por exemplo, shows de salsa e merengue garantem a diversão.
Além da música ao vivo, a casa conta com pratos da cozinha nacional e internacional. Entre os coquetéis, está o hurricane, feito à base de rum, mix de frutas, suco de limão e açúcar.