Dança São Paulo - Espetáculo Marcela Banguela

Dança São Paulo - Espetáculo Marcela Banguela

Dança São Paulo - Espetáculo Marcela Banguela

Personagem Marcela Banguela nasceu como estratégia de sobrevivência

Dança São Paulo - Espetáculo Marcela Banguela, de Natália Mendonça, põe em cena as estratégias de sobrevivência criadas instintivamente pela coreografia para atuar e enfrentar os desafios de uma cidade

Marcela Banguela, a personagem, nasceu de uma necessidade de sobrevivência. Era o ano de 2010 e Natália Mendonça era uma bailarina recém chegada a São Paulo, vinda de Ribeirão Preto, com passagem por Campinas. Mas cidade grande é sempre cidade grande e enfrentar São Paulo não era atitude das mais fáceis. Novas rotinas, encontros, relações, trabalhos, caminhos, pessoas. Tudo era novo. E o corpo de Natália respondeu ao enfrentamento proposto pela cidade. Passados cinco anos, Natália estreia agora o espetáculo Marcela Banguela dia 13 de junho de 2016, na Oficina Oswald de Andrade, no Bom Retiro, com apoio do PROAC - Programa de Ação Cultural da Secretaria Estadual de Cultura, do Governo do Estado de São Paulo na categoria Primeiras Obras - Produção de Espetáculo e Temporada de Dança.

Em 2010, ao confrontar-se com o desconhecido da capital paulista, a bailarina lançou mão de algumas estratégias, compartilhadas por várias amigas e mulheres em situações semelhantes ou iguais. Andar com roupas largas, muito largas. Ter um caminhar masculinizado. Sair gritando na rua escura. Correr, como se estivesse atrasada para algo. Usar chapéu, tampando o rosto. Esquivar-se. Sobreviver.

Esse personagem, surgido no projeto "Área Reescrita" da J.Gar.Cia, cresceu e ampliou-se, para ao mesmo tempo misturar-se com sua criadora, que faz, com esse espetáculo, sua primeira estreia como coreógrafa. Para Natália, interessa investigar, nesse trabalho, “esse ‘borramento’ entre pessoa e personagem”. Hoje, a bailarina vê o nascimento de sua personagem como por um retrovisor, de quem viveu a situação, mas ultrapassada a barreira do tempo, já se encontra em outro momento da estrada.

Sinopse de Marcela Banguela

Marcela Banguela é um trabalho sobre a relação entre criador e criatura. Como a criação revela estratégias de sobrevivência, e escancara um desespero pela comunicação, ao mesmo tempo que cai aos pedaços, despede-se e ainda permanece no criador.

Sobre Marcela Banguela, personagem e espetáculo

Em cena, surge um personagem dicotômico, bipolar, que está de calça dourada e sobretudo - com detalhes de oncinha – mas com chapéu de vaqueiro e coturno. Segundo a própria Natália, “o coturno impõe um peso de existência e afirmação. A roupa é larga, mas ao mesmo tempo brilhante. Provocadora-baranga. O chapéu de vaqueiro. Menina-jagunço. Na rua, a Marcela Banguela não anda, se monta pra guerra. Na balada, só dança sozinha, é muita expansão pra qualquer tipo de sociabilização. A música, a cachaça, os amigos, os amores, as confusões são absorvidos em forma de excessos e expulsos como pedras espirradas de uma britadeira. Num segundo gargalha, no outro se debulha em lágrimas. Pra ela, a vida é sempre drama e riso”.

Marcela Banguela é vaidosa à sua maneira, contém em si elementos que a ajudam a respirar e aumentar seu espaço físico nesse mundo, já que sua estrutura óssea pequena a fragiliza e isso não lhe agrada na maioria das vezes.

SERVIÇO

Dança São Paulo - MARCELA BANGUELA

Ficha Técnica
Concepção, direção e interpretação: Natália Mendonça
Assistente de direção e fotos do programa: Natalia Fernandes
Produção: Mariana Pessoa
Criação de trilha sonora: Montorfano
Criação de luz: Clara Rubim
Colaboradores: Rodrigo Andreolli e Grupo Vão
Foto e Vídeo: Fabio Furtado
Assessoria de imprensa: Canal Aberto – Márcia Marques
Designer gráfico: Josefa Pereira

Oficina Cultural Oswald de Andrade
Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro - São Paulo/SP
13/6 a 22/6 – segundas, terças e quartas-feiras - 20h
Lotação: 20 vagas Recomendação: 18 anos
Entrada franca - Distribuição de ingressos 1h antes do espetáculo.

Informações à imprensa
Canal Aberto Assessoria de Imprensa
Márcia Marques - Fones: 11 2914 0770 | Celular: 11 9 9126 0425
Daniele Valério - Celulares: 11 9 6705 0425 | 9 8435 6614
www.canalaberto.com.br