Home / Beleza / De cara limpa, famosas assumem a luta contra o melasma

De cara limpa, famosas assumem a luta contra o melasma

Melasma

No verão, com as temperaturas lá em cima, alguns vilões, como o melasma ficam mais evidentes. Famosas como Ivete Sangalo, Cleo Pires e Fernanda Souza já se queixaram das manchas escuras e afirmam dar maior atenção à pele quando ficam expostas ao sol. Segundo a cosmetóloga Ana Carolina Candia, da clínica D’ella Candia, o melasma é muito comum em grávidas e mulheres entre 20 e 50 anos. Mas calma! A hiperpigmentação, pelo aumento da melanina, tem tratamento para suavizar essas manchas e pode ser evitada com alguns cuidados.

De acordo com Ana Carolina, além da exposição solar, outros fatores também contribuem para o surgimento das manchas no rosto, como a predisposição genética, os hormônios durante a gravidez e até o uso de anticoncepcionais. “Ainda não existe uma causa definida, sabemos apenas que é uma doença multifatorial”, explica.

O melasma não tem cura, mas pode ser controlado. Segundo a especialista, procedimento estéticos podem melhorar e muito a aparência da pele. “Hoje, os tratamentos convencionais priorizam o uso de cremes despigmentantes e anti-oxidantes, além dos tratamentos clínicos como peeling químicos e o mecânicos”, esclarece a especialista.

No tratamento com peeling químico, camadas de ácido são aplicadas à derma, de acordo com a necessidade de cada paciente. A pele passa por um processo de descamação, suavizando as manchas. Já no caso do peeling mecânico, um aparelho faz a esfoliação por meio de uma proteína de cristal. A ferramenta passa pela área afetada, fazendo uma esfoliação e aspirando partículas mortas presentes na pele, regenerando o tecido dérmico.

Mas a especialista alerta que antes da realização de qualquer tratamento é necessária uma avaliação, além de constantes cuidados do paciente “Para tratar do melasma é importante a proteção efetiva e permanente contra a radiação solar. A primeira preocupação é a conscientização do paciente sobre a sua condição crônica, que possui um controle efetivo, porém que exige cuidados contínuos”, orienta.

Melasma gestacional

Durante o período de gestação, como é o caso da cantora Ivete Sangalo, uma quantidade de hormônios como estrogênio e a progesterona podem causar aumentam da produção da melanina.

Quando o melasma aparece exclusivamente na gestação, costuma desaparecer até um ano após o parto, mas em média, em 30% dos pacientes, evolui para uma condição crônica, necessitando de tratamento contínuo. “Na gestação, os tratamentos clínicos são limitados, mas já existem produtos seguros, que podem ser usados em casa e que diminuem a pré-disposição às hiperpigmentações e auxiliam na remoção da melanina pré-formada”, afirma.

Sobre Prezz Comunicação

cultura empreendedorismo tecnologia

Check Also

Faa Morena esbanja boa forma durante passeio de bike

Faa Morena A apresentadora do programa Ritmo Brasil da RedeTV Faa Morena esbanjou boa forma …

Deixe seu comentário