DIVERSÃO E ARTE

Novo espetáculo da Intrépida Trupe faz parte das comemorações dos 25 anos do grupo

Novo espetáculo da Intrépida Trupe faz parte das comemorações dos 25 anos do grupo

Intrépida Trupe |Foto: Renato Mangolin

Por Juliana Ambrósio

Na Lapa - Rio de Janeiro

Uma viagem, um viajante, um circo que passa, um sonho

Temporada: de 06 de julho a 19 de agosto de 2012

Na Fundição Progresso, o mais novo trabalho da Intrépida Trupe, “Ao Vento”, com direção geral de Beth Martins, coordenação e direção técnica de Vanda Jacques e colaboração artística de Alain Veilleux. Com um jovem elenco formado por 11 artistas - Ana Clara Nimrichter, Camilla Oliveira, Diego Sanzana, Diogo Monteiro, Joana Nicioli, Júlio Nascimento, Lana Borges, Nina Harper, Phelipe Young, Rafael Rocha e Tito Sant’ Anna, pontuado com a participação de 4 estagiários da companhia - Edgar Ramos, Lorenzo Martins, Maria Celeste Mendozi e Rhayan Gomes -, o espetáculo reúne um mosaico de memórias, sonhos, mitos e desejos fazendo uma homenagem ao universo encantador do circo.

Explorando o talento de cada artista e utilizando diversas técnicas acrobáticas de solo e aéreas, em lira, tecidos, mastro fixo e em balanço, a apresentação reúne música, dança, teatro e circo. “O que procuramos é a verdadeira experiência de estar vivo. O que importa é o caminho e ter um corpo que sustente nossos estados de paixão, os mergulhos, as torções, a loucura, inerentes a essa trajetória”, afirma Beth Martins.

INFORMAÇÕES - Pinocchio em As aventuras de Lasanha e Ravioli
Data: 07 de julho até 05 de agosto de 2012 | Horário: Sexta a Domingo, às 20h (nos três últimos domingos, dias 05, 12 e 19 de agosto, sessão extra às 17h)
Ingressos: R$40,00 (desconto de 50% para clientes do Cartão Petrobras na compra de até 2 ingressos) | Classificação indicativa: Livre.
Horário de funcionamento da bilheteria: terça a domingo, de 11h às 20h. Duração: 75 minutos
LOCAL - Fundição Progresso (Capacidade: 220 lugares)
Rua dos Arcos, 24 - Lapa Informações: (21) 2220-1977

Sobre o espetáculo

O desejo instiga o homem a partir, a buscar novos horizontes.

O vento leva e traz, a chuva lava, brinca, ressoa o som do céu e da terra, aviva o ritmo da natureza e dos seres, move o encontro.

Ao Vento, fala de um caminho, de uma trajetória impulsionada pelo desejo. A dinâmica do ar e da água guiam um movimento fluido e continuo que conduz a uma viagem onde sonho, mito e realidade se fundem. Voos, sustentação, espirais, mergulhos, quedas, encontros no ar, na terra e no mar são a tônica do espetáculo.

Este espetáculo é fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido por diferentes profissionais que acompanham o trajeto da Intrépida Trupe.

Artistas como Lavínia Bizzotto, Steven Harper e João Carlos Ramos assinam as coreografias do espetáculo junto com Alain Veilleux, importante colaborador na criação artística e nas coreografias aéreas; Vanda Jacques na direção técnica e no treinamento das acrobacias de solo junto a Alexandre Souto e Rodrigo Garcez. Aurélio de Simoni assina a iluminação. Vários outros artistas criadores e professores estão presentes na movimentação dos corpos, na rítmica e na atuação destes jovens.

O Grupo

A Intrépida Trupe surgiu na efervescência cultural dos anos 80 no Circo Voador unindo em um grupo atores, bailarinos, acrobatas, palhaços e capoeiristas vindos de vários estados do Brasil e de alguns países da Europa e da América Latina. O encontro desses artistas diferentes foi um terreno fértil para a realização de inúmeras criações líricas, irreverentes e impactantes. Essa multiplicidade possibilitou o desenvolvimento de características que tornaram a Intrépida um dos maiores expoentes do circo contemporâneo no Brasil.

Reconheço que a minha experiência na Intrépida Trupe tem a ver com o processo de resgate da minha infância: venho de uma família com muitos irmãos, primos e amigos.

A casa sempre cheia, muitas brincadeiras de calçadas e quintal, aventuras na natureza, viagens e muitas descobertas em grandes coletivos. A cada dia que passa a Intrépida me nutre, me cura, me enlouquece e me transforma. Viva a Intrépida Trupe! (Vanda Jacques)