PUBLICIDADE

Teatro - Rio

TEATRO - RIO JANEIRO

“Me salve, musical!”

Me salve, musical! em nova temporada no Teatro Laura Alvim

Foto: Cabéra

Roteiro de Teatro - Rio de Janeiro

Por Bruna Amorim - Daniella Cavalcanti

Me salve, musical!

19 de maio a 05 de junho de 2011

“Me Salve, Musical!”, uma comédia sobre a busca da felicidade e o desejo impossível de viver sob a doce ilusão, sobretudo, nas relações amorosas. Com montagem da Zeppelin Cia. e texto de Pedro Brício, a peça já se apresentou no Festival de Curitiba (PR), tendo sido sucesso de público e de crítica, sendo assistida por mais de seis mil pessoas. No elenco, Gustavo Gasparani, Susana Ribeiro, Fernando Alves Pinto, Isabel Cavalcanti, Celso André, Keli Freitas e Juliana Medella.

Sobre a Peça

No Aeroporto Tom Jobim, o casal George Simmas e Alma Duran esperam um vôo para Nova Iorque. Ele é o diretor de musicais do momento – egocêntrico, carismático, competitivo, mulherengo e plagiador. Ela é uma atriz dramática, com ares de diva, que interpretou Medeia no teatro e no cinema, há três anos, numa interpretação tão marcante que nunca mais foi convidada para nenhum outro papel. Ela está viajando no intuito de salvar o casamento. Ele, para assistir alguns musicais, se inspirar e roubar ideias. Ela quer discutir a dor e o amor da relação. Ele quer esquecer os problemas.

O início do espetáculo lembra uma comédia musical dos anos 1950, com a sua alegria borbulhante. Aos poucos, a trama toma um rumo inesperado, ameaçada por um golpe do absurdo. Antes que George e Alma consigam embarcar, o aeroporto é fechado por causa de uma epidemia desconhecida. Todos, naquele terminal, devem ficar trancafiados, sob observação. Pouco a pouco, o vírus vai tomando conta dos passageiros e exibindo os seus sintomas: primeiro, o infectado começa a esquecer todos os problemas pessoais; depois, é tomado por uma felicidade inexplicável para, logo em seguida, começar a cantar, sem conseguir parar.

Alma acusa George de ter passado aquele vírus para as pessoas: “o vírus do musical”. Até que eles percebem que a única maneira de não se contaminar é ficar discutindo os problemas, ininterruptamente. George, Alma e os outros passageiros mergulham então na escolha entre a felicidade e a dor, a ilusão e a realidade, o musical e a tragédia.

“O espetáculo é como um musical que fracassa, porque o caos interfere nos sonhos de felicidade. Porque as personagens não cantam e nem dançam muito bem, porque rompantes trágicos parecem invadir a cena, e a trama é contaminada pelo absurdo. E é nesse fracasso que o espetáculo se constrói”, afirma Pedro Brício.

Ao lado de George e Alma, uma aeromoça, e ex-amante de George, em eterno jet-lag; um psicanalista apaixonado por Alma; um empresário latino, que escreveu o livro “Como influenciar as pessoas sem que elas percebam”; uma garota dark prodígio; e uma funcionária da companhia aérea, acabam vivendo os mesmo conflitos.

Sobre a Zeppelin Cia:

Nos últimos anos, tem realizado trabalhos de relevância na cena nacional. Entre eles, se destacam “Cine-Teatro Limite” (prêmio Contigo melhor autor, indicado ao prêmio Shell melhor autor 2008) e “A Incrível Confeitaria do Sr. Pellica” (prêmio Shell melhor autor e melhor figurino 2005), entre outros. Os espetáculos da Zeppelin têm se pautado na pesquisa de uma dramaturgia brasileira contemporânea, que coloque em cena as contradições do homem do nosso tempo, e da comédia como forma de expressão e crítica da nossa realidade. Fundada em 2003, a companhia é formada pelo autor e diretor Pedro Bricio, pela atriz Isabel Cavalcanti, pelo diretor de arte Rui Cortez e pelo iluminador Tomás Ribas. Em todos os espetáculos, o humor é elemento presente.

Serviço

Espetáculo: “Me Salve,  Musical!”

Duração: 90 minutos
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Teatro Nelson Rodrigues
Endereço: Av. República do Chile, 230, Centro (Próximo ao Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 2262-8152
Datas: 19 de maio a 05 de junho (de quinta a domingo)
Horário: 19h30
Ingressos: R$10,00 (Inteira) e R$5,00 (meia-entrada, idosos, estudantes e clientes CAIXA)
Capacidade: 388 lugares (sendo 2 para cadeirantes)
Bilheteria: de terça a sexta, das 13h às 20h; sábado, domingo e feriado, das 15h às 20h.
Classificação: 12 anos
Gênero: comédia Acesso para portadores de necessidades especiais
Programação completa da CAIXA Cultural www.caixa.gov.br/caixacultural