SHOW INTERNACIONAL

Bob Dylan

Bob Dylan no Brasil

Foto: divulgação

Por Bianca Senna / Astrolábio Comunicação

Bob Dylan

15 de abril de 2012 - Rio de Janeiro

Bob Dylan é uma figura influente na música pop e cultura há cinco décadas. Ele é considerado um dos músicos e compositores mais influentes e prolíficos do século XX. Seu longo e célebre trabalho remonta à década de 1960. Algumas de suas primeiras canções, como Blowin 'in the Wind e The Times They Are a-Changing tornaram-se hinos para os direitos civis e movimentos anti-guerra. Deixando a sua base inicial na cultura da música folk para trás, Dylan revolucionou a percepção dos limites da música popular em 1965 com o single de seis minutos Like a Rolling Stone. Modern Times, um dos seus últimos álbuns de estúdio, entrou diretamente no topo da parada Billboard 200 e se tornou o álbum do ano na revista Rolling Stone.

No Rio de Janeiro e em São Paulo, clientes Credicard, Citibank e Diners contam com pré-venda exclusiva entre 27 de fevereiro e 04 de março.
O público em geral poderá adquirir ingressos para as apresentações nessas duas praças a partir de 05 de março. Não haverá pré-venda para os shows em Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre. O público poderá adquirir ingressos para os shows nessas cidades a partir de 27 de fevereiro.

Dono de inúmeros hits como Like a Rolling Stone, Knockin’ On Heaven’s Door, Hurricane, Lay, Lady, Lay e Mr. Tambourine Man, Dylan chega ao Brasil com a promessa de fazer uma turnê repleta de clássicos que marcaram sua carreira. Bob Dylan vendeu mais de 100 milhões de discos no mundo todo, lançou mais de 40 álbuns e venceu inúmeros prêmios, entre eles o Grammy, o Globo de Ouro e o Oscar (os dois últimos pela música Things Have Changed, do filme Garotos Incríveis, de 2000).

A turnê no Brasil
Rio de Janeiro (Citibank Hall) – 15 de abril
Brasília (Ginásio Nilson Nelson) – 17 de abril
Belo Horizonte (Chevrolet Hall) – 19 de abril
São Paulo (Credicard Hall) – 21 e 22 de abril
Porto Alegre (Pepsi On Stage) – 24 de abril

INFORMAÇÕES  - BOB DYLAN - RIO DE JANEIRO
Data: 15 de abril de 2012
Horário: domingo, às 20h
Preços: R$ 550,00 a  R$ 800,00
Classificação etária: 15 anos

LOCAL
Citibank Hall  RJ (3.093 pessoas )
Av. Ayrton Senna, 3000 - Shopping Via Parque - Barra da Tijuca
Central de Vendas Tickets For Fun: 4003-5588
Acesso para deficientes

Mesmo com tanto tempo de carreira, ele continua ativo e criando. Na última década, por exemplo, lançou quatro discos de estúdio (Love and Theft – 2001, Modern Times – 2006, Together Through Life – 2009 e Christmas In The Heart – 2009). Recentemente a Anistia Internacional lançou Chimes of Freedom, com regravações de sucessos de Dylan na voz de artistas renomados como Adele, Miley Cyrus, Kesha, Seal, Jeff Beck, Mark Knopfler, entre outros. A arrecadação com as vendas do disco é revertida para a Anistia Internacional.

Em 2004, Bob Dylan foi escolhido pela publicação Rolling Stone como o 2º melhor artista de todos os tempos, ficando atrás apenas dos Beatles. Uma de suas maiores canções, Like a Rolling Stone, foi escolhida como o melhor single de rock de todos os tempos. Sua música influenciou diretamente grandes nomes do rock americano e britânico.

Site oficial: www.bobdylan.com

Biografia

Lendário cantor e compositor que influenciou diversas gerações de músicos, Bob Dylan aprendeu a tocar piano e guitarra sozinho durante a adolescência. Se apaixonou pelo folk music, quando foi para a Universidade de Mineapolis e conheceu os trabalhos do cantor Woody Guthrie e que chegou a conhecê-lo, em 1961. No ano seguinte lançou seu primeiro disco, titulado Bob Dylan.

São mais de 40 trabalhos, com diversas transições, passando pelo folk, rock, country e até gospel, com composições voltadas para protestos, movimentos civis e questões políticas. Entre 1964 e 1966, o músico lançou canções que se tornaram clássicas e não saíram mais de seu repertório, como Maggie´s Farm, Subterranean Homesick Blues, Gates Of Eden, Mr. Tambourine man, Ballad Of A Thin Man, Like a Roling Stone e Just Like a Woman.

Em 1966, se afastou dos palcos devido a um acidente de moto, voltando em 1968 com o álbum John Wesling Hardin, sob influências do country. Na década de 70, realiza turnês ao lado do grupo The Band e lançou os discos Blood On Tracks e Desire. Foi nesse período que o músico voltou-se para a música gospel, deixando de lado seu repertório clássico, permanecendo assim até 1983, quando apresenta o trabalho Infidels, considerado o melhor álbum depois de Desire.

No início da década de 90, comemorando 30 anos de carreira, o cantor de volta às origens musicais, com o folk em seu repertório, e realiza um show com a participação de músicos do rock, country e soul, como Eric Clapton, Stevie Wonder, Neil Youn e Eddie Vedder. Em 1997, a canção Like a Rolling Stone ficou em primeiro lugar na lista das 500 melhores músicas da história, feita pela revista Rolling Stone. Em 2005, o cineasta Martin Scorsese lança o documentário No Direction Home, mostrando os primeiros anos da carreira do cantor, entre 1961 e 1966.

Curiosidade

Em 2006, o disco Modern Times conquistou a liderança de vendas nos Estados Unidos, com mais de 190 mil cópias vendias somente na primeira semana. Esse é o último disco de uma trilogia formada pelos álbuns Love & Theft (2001) e Time Out of Mind (1997). - Após seu divórcio, em 1965, o músico voltou-se para a música gospel, lançando Slow Train Coming. A canção Gotta Serve Somebody foi premiada com um Grammy.

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet