Teatro Rio

TEATRO RIO DE JANEIRO

Náufragos

Náufragos

Foto: divulgação

Em Cartaz no Centro Cultural Justiça Federal

Teatro

Náufragos

Por Nicola Lama

De 8 agosto a 13 de setembro

A dor e a comicidade na história de dois errantes perdidos nos labirintos da própria mente.

Náufragos, premiado texto do autor italiano Massimo Bavastro, estreia no Brasil dirigido por Alessandra Vanucci com uma produção italo-brasileira.

Dois sujeitos cômicos e trágicos (interpretados por Nicola Lama e Marcelo Aquino)que passam a vida entrando e saindo de clínicas de recuperação, resolvem autonomear-se Dom Quixote e Sancho Pança e desbravar a cidade do Rio de Janeiro e, assim, enfrentar os monstros e os medos de toda uma vida. Começa para eles uma jornada, acompanhada pela música e pelos sons da cidade, um bufo e doloroso percurso em etapas, entre esperanças e humilhações, uma via crucis grotesca que percorre e evoca os labirintos da cidade do Rio, que são também os labirintos de suas mentes; um percurso movido não pela utopia cavalheiresca, mas pela procura de si mesmos.

Nicola Lama, idealizador do projeto, conta como surgiu a idéia dessa montagem: “Eu e o Marcelo Aquino pesquisávamos um texto teatral quando recorri a obra de Massimo Bavastro, premiado autor italiano e cujo estilo narrativo é contemporâneo. Logo pensei na Alessandra Vannuci para a direção. Nesse momento estabeleceu-se uma “ponte artística Brasil – Itália” pois metade da ficha técnica é brasileira e a outra metade é italiana” explica Nicola.

A direção de Alessandra Vannuci propõe uma comicidade beckttiana ao texto, imprimindo riso na dor e no sofrimento dos personagens. Para isso, a diretora contou com o trabalho de clownwerie de Boris Vecchio, um dos mais prestigiados “clowns” da Itália. “Trazemos para o palco um texto que revela situações limites e fantasias de dois sujeitos derrotados. Mas fazemos isso de maneira peculiar, tendo a comicidade como aliada. Quando disse ao autor que faria o cômico da derrota ele achou ótimo, pois a montagem italiana não teve essa característica” conta Alessandra.

O ator Marcelo Aquino destaca a importância da trilha sonora e a preparação de atores de Fred Tolipan. “Temos uma trilha original composta especialmente para Náufragos que casou magistralmente com o espetáculo. Também considero fundamental o trabalho desenvolvido pelo Fred – foram dois meses de preparação, trabalhando cenas, gravando imagens e enviando para a Alessandra, que nessa etapa estava na Itália”. Fred Tolipam conta que o processo de criação “a distância” foi interresante. “Nunca tinha trabalhado essa forma antes, algo “telegráfico”. Criamos um repertório de ações, instantes da peça em imagens e a Alessandra assistia as imagens, comentava, mas sempre com total cumplicidade”.

Náufragos, resulta numa montagem repleta de momentos grotescos impregnados de humor negro e poesia. Apropria-se dos dois anti-heróis para contar uma aventura bizarra e ao mesmo tempo profundamente representativa da condição humana.

Centro Cultural Justiça Federal
Av. Rio Branco 241 - Cinelândia
De 8 agosto  a 13 de setembro.
Sexta, sábado e domingo, 19h.
Ingresso: R$ 20,00
gauzena-naufragos.blogspot.com

As atrações e/ou informações sobre eventos que constam neste site estão sujeitas a mudanças e alterações sem aviso prévio. Evite surpresas telefonando antes de visitar as atrações ou eventos.
Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet