300x250_zanox_Oferta da Semana
show/300x250.gif

TEATRO INFANTIL - SÃO PAULO

O Silêncio Em Apuros - Musical infantil

O Silêncio Em Apuros - Musical infantil

Fotos - João Caldas

Roteiro de teatro

Por Adriana Balsanelli (Arteplural)

O Silêncio Em Apuros - Musical infantil

10 de setembro a 30 de outubro de 2011

Musical infantil chama a atenção para a poluição sonora comum nos grandes centros urbanos. Texto de Vanessa Prieto, que também atua na peça, tem direção de Débora Dubois e trilha sonora de Carlos Bauzys.

Em “Nenhum lugar e todos os Lugares”, o Silêncio está correndo perigo de vida. Seus amigos - a Música, a Dança, a Poesia, o Teatro e a Pintura - tentarão salvá-lo do monstro do Barulho. Essa fábula é contada no musical infantil O Silêncio em Apuros, que estreia dia 10 de setembro, sábado, às 16h, no Teatro Vivo. Débora Dubois dirige a montagem que traz no elenco os atores Vinicius Meloni, Vanessa Prieto, Carolina Zanforlin, Lavínia Lorenzon, Antonio Vanfill e Juliana Vedovato. Dois adultos pagam apenas 1 ingresso (por casal) se estiverem acompanhados dos filhos.

A história se passa num universo onírico de Nenhum lugar e todos os Lugares, onde vivem os seres fantásticos - o Teatro, a Música, a Dança, a Pintura, a Poesia e o Silêncio, personagem que está desaparecendo. A Música, sua melhor amiga, resolve, então, convocar seus amigos das artes para solucionar o problema e encontrar um lugar seguro onde o Silêncio possa existir. Eles descobrem que os Humânicos estão alimentando o Barulho - monstro invisível, cujo nome eles temem -, que se fortalece através dos altos ruídos do mundo.

Para criar esse lugar imaginário, a diretora Débora Dubois, responsável também pela concepção do cenário, junto com Daniel Infantini, criou um espaço onde os personagens se confundem com o cenário. Na encenação, o palco foi transformado numa caixa branca, com a luz e projeções preenchendo e compondo o ambiente. “Esses seres míticos são como uma extensão do lugar imaginário. Lá é a casa deles, espaço tranqüilo que está sendo abalado pelo Monstro Barulho”, explica a diretora.

A ideia surgiu quando Vanessa Prieto dava aulas para crianças em um projeto de educação musical na UFSCAR. “Minha primeira motivação foi promover a conscientização em relação à poluição sonora. Propondo uma reflexão sobre a responsabilidade de cada indivíduo talvez ele possa questionar sobre suas ações ruidosas, que contribuem para o caos sonoro, problema tão concreto da nossa vida urbana”, comenta.

No espetáculo, o personagem Silêncio não simboliza apenas uma ausência de som, mas também um estado necessário para criação do indivíduo. “Lutar pela vida do amigo é um gesto de altruísmo, mas também de sobrevivência para todas as artes. O problema é que tentando salvar o Silêncio eles fazem mais barulho e, sem perceber, tornam-se antagonistas do Silêncio”, explica Vanessa.

A Bauducco, como apoiadora, acompanhou a produção do projeto do início ao fim. Atrelado ao principal conceito da marca, a família, o musical infantil consegue entreter não apenas os pequenos, mas também os adultos. ”Notamos uma oportunidade de inserir a empresa nesse contexto, de apoio ao teatro, principalmente por se tratar de peças que, além de levantar uma reflexão sobre o modo de viver atual, visando o bem-estar das próximas gerações, também ressaltam valores da nossa cultura, como a importância de um momento em família”, afirma Maricy Gattai, gerente de marketing da Bauducco.

Projeto que integra a Rede Vivo EnCena, do programa cultural Vivo EnCena, e que também tem a Vivo S.A. como apoiadora, “ganha destaque pela singularidade e potência à reflexão pelo tema e forma de sua concepção. Trazer a arte para dentro da discussão do teatro, sobretudo infanto juvenil é de relevância excepcional” ressalta Expedito Araujo, curador artístico do Programa Vivo EnCena.

Débora Dubois, convidada para dirigir a peça, ressalta que o texto chamou muito sua atenção. “O principal numa peça é ter a história bem contada. E achei interessante que o vilão, nesse caso, não é humanizado; por isso o personagem Barulho não está em cena como ator. O vilão não tem uma forma determinada. O barulho está do lado externo, mas também pode estar em nós”, fala.

Num mundo cada vez mais acelerado onde tudo acontece em meio ao barulho dos grandes centros urbanos, a montagem pretende chamar a atenção para a importância do silêncio. “Acho interessante poder falar para a criança ou para os pais que o silêncio, às vezes, é necessário. Espero que a peça promova uma conscientização de que o barulho interfere na invasão do espaço do outro”, completa Débora. 

O Silêncio Em ApurosEstreia dia 10 de setembro, sábado, às 16 horas, no Teatro Vivo
Texto - Vanessa Prieto. Direção - Débora Dubois. Direção Musical - Carlos Bauzys. Elenco - Vinicius Meloni, Vanessa Prieto, Carolina Zanforlin, Lavínia Lorenzon, Antonio Vanfill e Juliana Vedovato.

Duração: 60 minutos.  Recomendado: a partir de 5 anos.
Ingressos: R$ 20,00. Promoção Especial – Pais acompanhados dos filhos pagam 1 ingresso por o casal. Até dia 30 outubro de 2011.

Teatro Vivo - Av. Dr. Chucri Zaidan, 860 - Morumbi. Telefone: 7420-1520. Horário de funcionamento da bilheteria – De terça a sexta-feira das 14h às 20h e sábados e domingos até o início do espetáculo.

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet