Teatro Rio

TEATRO RIO DE JANEIRO

O Interrogatório

O Interrogatório

Foto: Caru Ribeiro

Casa de Cultura Laura Alvim

Teatro

Por Daniella Cavalcanti Assessoria de Imprensa

O Interrogatório
De Peter Weiss Grande sucesso está de volta em curta temporada

26 de março a 18 de abril

Após grande sucesso no ano passado, o espetáculo “O Interrogatório” está de volta, a partir do dia 26 de março, na Casa de Cultura Laura Alvim, em curta temporada. Com texto de Peter Weiss e direção de Eduardo Wotzik, a peça conta com quarenta atores em uma vigília cênica com seis horas de duração, e recria fielmente os últimos momentos do Tribunal de Frankfurt, em 1965, quando oficiais e funcionários menos graduados foram processado pelos crimes de guerra.

No elenco, Xando Graça, Alexandre Menezes, Bruno Augusto, Carla Ribas, Cássio Pandolfi, Cecília Hoeltz, Cristina Rudolph, Gustavo Damasceno, Ivan Fernandes, Loui Grimaldi, Luiz Washington, Michele Fontaine, Natally do Ó, Nicole Vencovsky, Pedro Kligerman, Sílvio Pozatto, Susanna Kruger, Thiago Magalhães, , Yashar Zambuzzi, Zé Guilherme Guimarães, entre outros.

A montagem abrirá suas portas a visitação às 18hs de sexta a domingo e seguirá em modo continuo até a meia noite quando o julgamento será interrompido, retornando no dia seguinte sempre no mesmo horário. Serão ao todo mais de setenta e duas horas de julgamento aberto ao publico. Doze noites de resistência, de amor ao teatro, à arte, à ética e à vida. Um encontro pelas vítimas da humanidade. Tudo isso abrigado em uma Casa de Cultura, sob o olhar atento da Laura Alvim. O espectador pode entrar, assistir, sair, e voltar quando quiser.

O texto de Peter Weiss conta a história do processo instaurado na cidade de Frankfurt, na Alemanha, com relatos fiéis extraídos do próprio processo, para julgar os culpados pelo massacre de Auschwitz. Foi escrito em 1965, após o autor ter acompanhado, como observador anônimo, todo o julgamento dos criminosos de guerra. No mesmo ano, O Interrogatório estreou concomitantemente nas duas Alemanhas e logo em seguida em diversos outros países.

Nesta montagem os 40 atores vão relatar o julgamento, interpretando os papéis dos acusados, testemunhas, juiz, promotor e advogado. Em cena, testemunhas e acusados são interrogados em um tribunal e relatam suas experiências vividas como sobreviventes ou trabalhadores civis nos campos de Auschwitz.

Peter Weiss nos oferece a oportunidade de entrar em contato com uma das maiores demonstrações de como um estado de ignorância pode levar à bestialidade”, afirma o diretor e idealizador do evento Eduardo Wotzik.

O AUTOR
Peter Ulrich Weiss foi pintor, escritor e dramaturgo. Nasceu em Neubabelsberg, na Alemanha, em oito de Novembro de 1916. Filho de um pequeno industrial judeu e de uma atriz cristã iniciou sua carreira literária em 1960, com o romance “A sombra do Corpo do cocheiro” (Der Schaltten des Körpers des Kutschers). Dentre as 11 peças que escreveu, destacam-se "Marat/Sade", e “O interrogatório, Oratório em 11 cantos”. Como um seguidor intelectual de Bertold Brecht, Weiss buscou em seus trabalhos mostrar os diversos lados de um ideal e dos personagens. Procurou narrar os fatos tal como eles ocorreram. Daí, a necessidade da presença do autor nos locais onde os eventos ocorreram e da maior ligação íntima possível com os atores reais da história.

 Além da fama internacional, o reconhecimento à obra de Peter Weiss veio, também, através de prêmios. Foram eles o Charles-Veillon Prize, em 1963; o Lessing Prize, em 1965; o Heinrich Mann Prize, em 1966; o Carl Albert Anderson Prize, em 1967; o Thomas Dehler Prize, em 1978; o Cologne Literature Prize, em 1981; e o Büchner Prize, o Bremen Literature Prize, o De Nios Prize e o Swedish Theatre Critics Prize, todos em 1982. Morreu em Estocolmo, em maio de 1982.

Local: Casa de Cultura Laura Alvim (140 lugares)  (Avenida Vieira Souto, 176. Ipanema)
Bilheteria: (21) 2332-2015 – terça a sexta de 16h às 21h/ sábado e domingo de 15h às 21h
Horários: Sexta a domingo de 18h00 às 24h00
Ingresso: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia)
Funcionamento: Seis Horas (O público poderá entrar e sair nesse espaço de tempo)
Censura: 14 anos
Temporada: 26 de março a 18 de abril

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet