Teatro Rio

TEATRO RIO DE JANEIRO

O PONTO CEGO

O Ponto Cego -

Foto: Tavinho Costa

Espaço SESC – Sala Multiuso

Teatro

O Ponto Cego

20 de fevereiro a 14 de março de 2010

Por Renata / Ciranda Assessoria de Comunicação

O monólogo conta a trajetória de um menino de sete anos que tem uma forma peculiar de enxergar a vida. Rejeitado pelo pai autoritário e machista e ignorado pela única irmã, o menino transfere todo o seu afeto para a mãe e vive em um mundo solitário e ilusório, onde tudo é permitido, basta imaginar. Aos poucos, ele descobre que a única forma de ter um lugar na sua família é não crescer. Diante de complexas e opressoras relações familiares, o garoto narra os acontecimentos que ele vê em seu mundo particular e ao seu redor.

“O que me chamou a atenção foi a temática da estória desse menino e a forma nua e crua como a escritora abordou a trajetória dessa família, que tem alguns traços, elementos e personagens muito parecidos com os do universo familiar de todos nós”, conta o Rafael Raposo, que decidiu montar o espetáculo após longo período de pesquisa.

A montagem tem a direção de arte assinada pelo consagrado cineasta e artista plástico Ricardo van Steen (ele dirigiu Rafael Raposo no filme “Noel – Poeta da Vila”), que concebeu para o cenário uma instalação com os inúmeros objetos de uso diário de uma família, que remete à forma como a nossa memória é armazenada.

A iluminação está sob os cuidados de Paulo César Medeiros e a direção musical e trilha sonora é assinada por Luiz Gayotto. As projeções, criadas com imagens do artista urbano Speto e animadas pelos designers Ricardo Fernandes e Fred Freitas, foram criadas a partir de elementos fantásticos que permeiam o imaginário do menino.

O espetáculo teatral “O Ponto Cego”, protagonizado pelo ator Rafael Raposo (premiado por sua atuação como Noel Rosa, no filme “Noel – Poeta da Vila”), estreia no dia 20 de fevereiro (sábado), às 20 horas, na Sala Multiuso do Espaço SESC, em Copacabana. O monólogo, dirigido por Luis Miranda, traz para os palcos montagem inédita de um dos mais expressivos textos da consagrada escritora gaúcha Lya Luft.

Concebido com base na obra literária “O Ponto Cego”, editada em 1999, e considerada pela crítica como um dos melhores trabalhos da autora, o espetáculo fica em cartaz no Espaço SESC até o dia 14 de março, com apresentações às sextas, sábados e domingos (vide horários no serviço).

O monólogo conta a trajetória de um menino de sete anos que tem uma forma peculiar de enxergar a vida. Rejeitado pelo pai autoritário e machista e ignorado pela única irmã, o menino transfere todo o seu afeto para a mãe e vive em um mundo solitário e ilusório, onde tudo é permitido, basta imaginar. Aos poucos, ele descobre que a única forma de ter um lugar na sua família é não crescer. Diante de complexas e opressoras relações familiares, o garoto narra os acontecimentos que ele vê em seu mundo particular e ao seu redor.

“O que me chamou a atenção foi a temática da estória desse menino e a forma nua e crua como a escritora abordou a trajetória dessa família, que tem alguns traços, elementos e personagens muito parecidos com os do universo familiar de todos nós”, conta o Rafael Raposo, que decidiu montar o espetáculo após longo período de pesquisa.

A montagem tem a direção de arte assinada pelo consagrado cineasta e artista plástico Ricardo van Steen (ele dirigiu Rafael Raposo no filme “Noel – Poeta da Vila”), que concebeu para o cenário uma instalação com os inúmeros objetos de uso diário de uma família, que remete à forma como a nossa memória é armazenada.

A iluminação está sob os cuidados de Paulo César Medeiros e a direção musical e trilha sonora é assinada por Luiz Gayotto. As projeções, criadas com imagens do artista urbano Speto e animadas pelos designers Ricardo Fernandes e Fred Freitas, foram criadas a partir de elementos fantásticos que permeiam o imaginário do menino.

Serviço
Temporada: De 20 de fevereiro a 14 de março de 2010
Local: Espaço SESC – Sala Multiuso (www.sescrio.org.br)
End: R. Domingos Ferreira, 160
Telefone para Informações: (21) 2548-1088 (r. 228, 255 e 229) / Bilheteria: 2547-0156
Horário: 20 horas (sextas e sábados) e 19 horas (domingo)
Preços: R$10,00 (inteira)/ R$5,00 (estudantes, idosos e professores da rede pública)/ R$ 2,50 (comerciários)
Compra de ingressos: somente na bilheteria do SESC
Funcionamento da Bilheteria: terça a domingo (a partir das 15h, venda antecipada até 19h)
Forma de pagamento: Dinheiro
Duração do espetáculo: 60 minutos
Classificação etária: 14 anos
Capacidade da sala: 80 pessoas
Acesso a deficientes físicos em cadeiras de rodas.

Orkut 

Compartilhe com o facebook