Comentários de filmes

FILME

“Os Normais 2 A noite mais maluca de todas”
de José Alvarenga JR.

Os Normais 2

Foto: divulgação

Comédia rasgada para entreter e relaxar.

Comentário do filme

Por Luiz Felipe Nogueira de Faria

“Os Normais 2 A noite mais maluca de todas” de José Alvarenga JR.

As loucuras e excentricidades de dupla Rui e Vani já fizeram a cabeça de um grande público, e isto desde a série televisiva. No primeiro filme para cinema o sucesso permaneceu, com uma boa trama e esquetes inteligentes. Neste último a fórmula é a mesma e talvez o mais competente de tudo seja exatamente isso: manter sem pretensões o que já havia sido bem sucedido e aprovado, aprimorando um ou outro elemento de modo a evitar maiores desgastes.

Então, a trama se articula de maneira sucinta e com o já famigerado jeito felino de ser dos roteiristas (Fernanda Young e Alexandre Machado), especialmente quando se trata de enfocar os trejeitos repetitivos e um tanto vazios de um certo segmento da classe média (á qual pertencem os protagonistas). Rui e Vani procuram redimensionar eroticamente sua relação e se põem a buscar uma parceira para um “ménage a trois”. A partir daí os mais variados acontecimentos dão motivo a hilariantes mal entendidos, bizarros encontros, e, “last but not least”, cruéis observações sobre as fantasias que sustentam o imaginário sexual do casal. Tudo isso com diálogos que beiram a perfeição, abrilhantados pela ótima atuação da dupla Fernanda Torres e Luis Fernando Guimarães, cuja química parece cada vez mais se ampliar. As gargalhadas se sucedem, ora por um esquete sustentado nos jogos verbais, ora por outro onde não há qualquer necessidade de uma palavra, porque o que se vê já diz (com humor corrosivo, insisto) tudo. O ritmo é ágil de maneira a emprestar um certo “non sense” e não deixar o espectador respirar. O resultado, se não chega a empolgar, é muito bom. A diversão é garantida.

Um ponto a destacar é a direção de Alvarenga, que conduz as cenas e sequências sempre a um passo do burlesco, sem apelações e com enquadramentos que destacam de maneira sutil as incongruências e neuroses de todos os personagens. De acordo com a lógica de pinçar nos caracteres cotidianos aquele pingo de loucura que nos salva da mesmice... e vice versa!

Os outros atores estão na medida, com destaque para Cláudia Raia, Daniel Dantas e Drica Moraes. Enfim, a recomendação é quase óbvia. Nem precisa pensar muito nas “anormalidades” que fizemos ou gostaríamos de fazer. Basta curtir. É cinema de boa qualidade.

Luiz Felipe Nogueira de Faria : contato

Poste um comentário

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet