São Paulo - Criança

TEATRO INFANTIL - SÃO PAULO

PELOS ARES

PELOS ARES

Foto: divulgação / Salvador Cordaro

Teatro Cacilda Becker

Teatro Infantil

Por Douglas Picchetti

Com direção de Lavínia Pannunzio, Pelos Ares estreia dia 17 de julho no Teatro Cacilda Becker

17 de julho a 22 de agosto de 2010

A peça infantil – com música de Daniel Maia e cenários e figurinos de Cássio Brasil - é inspirada no livro O Menino que Sabia Voar, de Sally Gardner, sobre um garoto que recebeu o dom mágico de voar. A partir daí, trata de maneira descontraída da aceitação da diversidade e da superação de dificuldades

Em seu oitavo trabalho, a Cia. Provisório-Definitivo apresenta a peça infantil Pelos Ares, com estreia marcada para sábado, 17 de julho, às 16h, no Teatro Cacilda Becker. O espetáculo - que concorreu no 14º Cultura Inglesa Festival, ganhando o prêmio de melhor peça de teatro infantil - conta com texto de Pedro Guilherme, direção de Lavínia Pannunzio e é inspirado no livro O Menino que Sabia Voar, de Sally Gardner. No elenco estão Carlos Baldim, Paula Arruda, Pedro Guilherme e Thaís Medeiros.

Thomas Máximo (Paulinha Arruda) é um garoto que vê seu mundo virar de ponta-cabeça em seu aniversário de nove anos, quando recebe de uma fada gorda (Carlos Baldin) um presente muito especial: o dom de voar. A partir daí, o garoto, que detestava as aulas de Educação Física do colégio, se envolve em uma série de aventuras e problemas – Thomas é expulso da escola, seus pais se separam e ele muda de casa. Mas a crescente admiração dos colegas pelo novo dom do amigo e a chegada de um adulto voador, o Senhor Vinicius (Carlos Baldin), o ajudam a enfrentar esses diversos problemas que começam a surgir, já que os adultos, diferente das crianças, não conseguem aceitar esse novo poder fora do comum.

A maravilha de estar vivo
A peça trata da maravilha de estar vivo, com todas as suas conseqüências, sejam elas positivas ou negativas. Em segundo plano, o espetáculo mostra a importância de fazer o que se gosta, como cada um lida com a vida e com suas opções de maneiras diferentes. E como isso tudo se relaciona com liberdade. O autor Pedro Guilherme comenta que gostaria que as crianças que assistissem à peça se encantassem com a possibilidade do impossível e, com isso, com a capacidade de imaginar, de criar, de sonhar, de inventar, de trabalhar, de brincar e de viver. Tudo sem ter medo das coisas ruins que podem e vão acontecer.

Por trás da história de um garoto que voa, o espetáculo pretende trazer para o público infantil, de forma descontraída e poética, a importância da diversidade e da construção de identidade. Para tanto, busca a aceitação do fora do comum – presente no espetáculo na forma do diferente poder recebido pelo garoto e na maneira como essa habilidade não é aceita por muitos, incluindo sua própria família. Pelos Ares quer mostrar para as crianças que o que parece diferente, pode ser muito interessante.

Autor: Pedro Guilherme. Direção: Lavínia Pannunzio. Elenco: Carlos Baldim (fada gorda, diretor, o amigo do colégio e o senhor Vinícius), Paula Arruda (Thomas Máximo), Pedro Guilherme (pai do Thomas e o Batatinha) e Thaís Medeiros (mãe Rita Máximo e a professora Rosa).

Local: Teatro Cacilda Becker  (195 lugares)
Endereço: Rua Tito, 295 – Vila Romana. Telefone – 3864-4513
Horário(s): Sábados e domingos às 16h
Data(s): 17 de julho a 22 de agosto de 2010
Preço(s): R$ 10,00 (inteira) R$ 5, 00 (meia)
Classificação: 5 anos
Duração: 55 minutos

Assessoria de Imprensa / Arteplural Comunicação
www.artepluralweb.com.br

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet