Home / Peças de Teatro Rio de Janeiro / Perto do Coração Selvagem, de Clarice Lispector, estreia dia 7 de abril, no Teatro Municipal Café Pequeno

Perto do Coração Selvagem, de Clarice Lispector, estreia dia 7 de abril, no Teatro Municipal Café Pequeno

 

“O que é que se consegue quando se fica feliz?”

No dia 7 de abril, estreia no Teatro Municipal Café Pequeno, o espetáculo Perto do Coração Selvagem. Com dramaturgia e direção de Delson Antunes, o romance de estreia de Clarice Lispector conta a história de Joana, de sua infância até o início de sua vida adulta.

Joana é uma mulher inquieta e única, numa constante busca de si mesma. Desde a infância os questionamentos assolam a sua mente. Com a morte prematura de sua mãe, Joana busca em seu pai suas primeiras respostas. Com seu falecimento, ainda na infância, vai viver com os tios, onde se depara com a hipocrisia e a severidade, até que, por impor suas transgressões é enviada para um internato. A partir daí vários personagens surgem sempre como desafios para sua constante luta pela sua individualidade. Com uma criatividade bastante aguçada, Joana se entrega ao mundo dos sonhos para fugir da dura realidade. As palavras são sua fonte de inspiração. E através delas ela vive e segue seu caminho na construção de sua singularidade.

No palco, nove atrizes se revezam no papel. Todas são Joana. Muitas mulheres em uma, cuja singularidade é ser ela mesma, amoral diante da maldade, numa constante entrega às novas experiências, sem receio de começar tudo de novo. Elas contracenam com Rodrigo Candelot, Ronan Horta e Pedro Gosende que representam o pai, o amigo, o tio, o professor, o marido e o amante. Todos peças chaves para o desenho de sua vida interior.

Escrito em 1943, o romance de Clarice Lispector foi aclamado pela crítica pelo seu caráter inovador, além do estilo solto e fragmentário, características que se tornariam frequentes nas obras da autora. Em uma época em que as questões sociais e regionalistas eram amplamente abordadas, Clarice optou por uma viagem ao existencialismo, além de questionamentos sobre a identidade feminina, que luta para apropriar-se de si mesma, longe do espelho masculino.

Perto do Coração Selvagem é um chamado para todas as pessoas que desejam subverter padrões que as oprimam, para os que não cessam o caminhar rumo à própria interioridade e não temem a liberdade que possam encontrar.

Ficha Técnica:

Texto: Clarice Lispector
Direção e dramaturgia: Delson Antunes
Assistente de direção: Victor Lósso

Elenco: Andreia Burle, Camila Rosa Lins, Daniela Salles Abreu, Júlia Cotta, Júlia Horta, Marianna Lobo, Michele Ribeiro, Monique Houat, Renata Caldas, Rodrigo Candelot, Ronan de Andrade Horta e Pedro Gosende;

Cenografia: José Dias
Figurinos: Joana Bueno
Iluminação: Aurélio de Simoni
Trilha original: Pedro Veríssimo
Direção de movimento: Sueli Guerra
Direção de vídeo: Marcelo Gibson
Preparação vocal: Luisa Catoira
Direção de produção: Rafael Fleury
Assistente de Produção e contrarregra: Luis Felipe Cardoso

Operação de som e projeção: Quequé Peixoto
Operação de luz: Pedro Thimoteo
Cenotécnico: Pará Produções
Programação visual e fotografia: Thiago Ristow
Assessoria de imprensa: Lu Nabuco Assessoria em Comunicação

Serviço:

Estreia: 07 de abril de 2017;
Temporada: de 07 de abril a 14 de maio de 2017;
Horário: sexta a domingo, às 20h;
Teatro: Teatro Municipal Café Pequeno;
Endereço: Av. Ataulfo de Paiva, 269, Leblon – tel: 2294-4480;
Bilheteria: de terça a domingo, das 16h às 20h;
Preço: R$ 40,00 (inteira) / R$20,00 (meia);
Duração:70 minutos;
Classificação indicativa: 14 anos;
Gênero: Drama;
Capacidade do teatro: 80 lugares.

 

Avalie

Check Also

O corpo da mulher como campo de batalha, com Fernanda Nobre e Ester Jablonski, faz uma curta temporada no Gláucio Gil

Teatro Rio de Janeiro – O corpo da mulher O Corpo da Mulher Como Campo …

%d blogueiros gostam disto: