Publicações

PUBLICAÇÕES

ÉTICA - Angelo Vargas

ÉTICA • Angelo Vargas - ENSAIO SOBRE EDUCAÇÃO FÍSICA SAÚDE SOCIAL E ESPORTE
EDITORA LECSU

Foto: divulgação

Ângelo Luis de S. Vargas

ÉTICA

ENSAIO SOBRE EDUCAÇÃO FÍSICA SAÚDE SOCIAL E ESPORTE
EDITORA LECSU

Os fatores que impulsionaram este livro de ensaios estão fortemente alicerçados no compromisso do Profissional de Educação Física com a promoção da dignidade humana e o compromisso com a qualidade de vida. Sendo a Saúde considerada um bem público e a Educação Física um direito de todos, torna-se imperativa a intervenção (desse profissional) em favor da saúde individual e social/pública. Trata-se fundamentalmente de uma questão de ética.

No que diz respeito à prática de atividade física sistematizada, objeto de intervenção do Profissional de Educação Física com responsabilidade de transmitir informação e possibilitar o conhecimento de valores positivos para a aquisição e preservação da saúde (para uma vida mais saudável). Espera-se que o “ser humano mais ativo” se interesse e busque comportamentos favoráveis (preventivos) e possíveis mudanças conscientes ao entender que a atividade física pode levar o homem a uma vida mais feliz (plena).

QUESTÕES DO ESPORTE

COLETIVO DE AUTORES EDITORA LECSU - Angelo Vargas

QUESTÕES DO ESPORTE • Angelo Vargas - COLETIVO DE AUTORES EDITORA LECSU

É lugar comum a afirmação de que o esporte é um dos fenômenos sociais de maior preponderância neste início de terceiro milênio. Indubitavelmente a sociedade globalizada é induzida a um contra-senso histórico no processo de hominização: a sedentarização. Neste mundo informatizado, digitalizado e por vezes virtual, corações e mentes são seqüestrados para um “modos vivendi” cujas fronteiras, uma vez transgredidas, levam o homem contemporâneo ao perigoso terreno das patologias, sejam elas biológicas, psíquicas ou sociais; trata-se de intrigante “viagem” onde todos somos passageiros do inusitado. Não obstante, embora sejamos submetidos a estilos de vida degradantes da saúde, a aldeia global está esportivizada. Esta talvez seja uma forma de resistência do homem do nosso tempo, cidadão global, ator em um palco planetário, de resistir às agressões resultantes do afastamento das necessidades reais em função das virtuais. O esporte constitui um mister da perpetuação da espécie e da perene continuidade das culturas. Em última análise resulta numa das últimas trincheiras para defender a humanidade com todas as suas características fundamentais: sensibilidade, estética, ética, temporalidade, sonho e vida.

Organizador por Ângelo Luis de S. Vargas
Delegado para o Rio de Janeiro da Fédération Internationale d’Education Physique