Teatro São Paulo

TEATRO SÃO PAULO

RESTOS - Monólogo com Antonio Fagundes

RESTOS - Com: Antonio Fagundes

Foto: divulgação

Teatro FAAP. Rua Alagoas, nº 903 – Higienópolis

Teatro

Por Nanda Rovere

Restos presenteia o público com a interpretação sublime de Antonio Fagundes

Temporada até 29 de novembro de 2009

Restos é um monólogo para prender a atenção precisa ter um texto interessante e uma atuação que proporcione à encenação dinamismo, que preencha os espaços que seriam ocupados por outros atores.

O texto, inédito no Brasil, fala sobre o homem, as relações humanas e o limite tênue entre a vida e a morte. O autor, o cineasta e escritor norte-americano Neil LaBute, apresenta um mergulho nas revelações do personagem, num momento delicado. Expõe a sua história de vida, suas alegrias, a dor da perda do ser amado. O vício do cigarro o acompanha e o atordoa. Num momento em que a Lei do Antifumo está em evidência, a peça transcende a reflexão sobre o homem e as suas relações e nos faz pensar sobre os malefícios do tabaco.

Antonio Fagundes interpreta Edward Carr, homem simples, pai devotado e comerciante de sucesso, que vê seu cotidiano destruído com a perda da única mulher da sua vida, com quem se casou após conquistá-la e tirá-la de uma relação convencional. Juntos, construíram uma rentável empresa de carros restaurados. Silêncios que ocorrem em tempos precisos contribuem para atiçar o nosso encantamento; muitas vezes falam mais que o texto.

Ouvir esse texto, com as nuances da tradução de Clarisse Abujamra, e na voz de um ator como Antonio Fagundes, é um privilégio. Suscita uma pertinente reflexão sobre o amor, a vida, a morte e sobre as convenções sociais, que muitas vezes condenam atos movidos por um sentimento puro...

A equipe é competente e muitos profissionais pela primeira vez estão colaborando na criação de um espetáculo produzido por Fagundes: Márcio Aurélio, na direção, Bruno Fagundes, na assistência de produção, Lígia Pereira, como assistente de direção, entre outros.

Antonio Fagundes está entre os melhores atores do nosso teatro e consegue transmitir com maestria as emoções dos personagens que interpreta. É um artista de larga experiência nos palcos e nas telas e consegue levar público às salas de espetáculos pelo seu talento e carisma perante quem assiste a telenovelas. Tem um público cativo e a sua presença no palco é impactante, realizando uma bonita mistura entre as técnicas de interpretação e a emoção que brota à flor da pele.

A entrega é intensa e a magia do teatro impregna todo o palco e a platéia. Os setenta minutos de apresentação não cansam; quanto mais o tempo passa, mais o espectador fica envolvido pela experiência de vida de Carr.

Márcio Aurélio valorizou a densidade do texto, com algumas pitadas de humor, ao focar as atenções do público no drama vivido pelo personagem e direcionar as movimentações em cena como se a platéia dividisse com o personagem as suas aflições.

O cenário e o figurino primam pela sobriedade. No cenário, algumas cadeiras - uma, em especial, retrata a passagem do tempo e a vulnerabilidade da vida.

Restos de uma vida instigante e que teve o amor como mote principal.

Teatro FAAP. Rua Alagoas, nº 903 - Higienópolis
R$ 100,00 / R$ 50 (meia-entrada)
Quintas e Sextas, às 21h, Sábados, às 20h, e Domingos, às 18h
Temporada até 29 de novembro