carnaval_300x250.gif
show/300x250.gif
beleza3_300x250.gif

SÃO PAULO

Individual Quadro da artista Beatriz Toledo

Foto: Beatriz Toledo - Quadro

Roteiro cultural - São Paulo

Por Décio Hernandez Di Giorgi

Galeria Virgilio exibe recente produção de Beatriz Toledo e mostra internacional de fotografia

14 de setembro a 08 de outubro de 2011

A artista Beatriz Toledo apresenta duas mostras paralelas na Galeria Virgilio, em São Paulo: Quadro, sua terceira exposição individual, e Humble, silent and unexplainable,em que reúne tra

balhos de três artistas internacionais, o francês Eric Tabuchi, o americano Ed Panar e o finlandês Ville Lenkkeri.

Humble, silent and unexplainable apresenta artistas que seguem o mesmo protocolo: andar com uma câmera na mão e ir tirando fotografias ao acaso. Suas obras parecem esbarrar num caráter de “registro imediato”. Mas suas séries se constituem não pela escolha prévia de um tema, e sim pela organização posterior dessas imagens que eles vão colecionando. Desde animais até cenas e coisas encontradas em estradas ou em museus de história natural, suas obras se descolam da “imediatez” do encontro com as coisas e passam a buscar associações muito particulares entre as imagens. Se deixando passar por meros registros de instantes sem importância, esses trabalhos parecem lembrar o pensamento de Walker Evans, que declara que um artista “pode operar dentro de uma definição e se divertir enganando o público. Muitas vezes estou fazendo uma coisa enquanto as pessoas pensam que estou fazendo outra.”

Em Quadro, Beatriz Toledo questiona o estatuto da imagem fotográfica. Em um ambiente museográfico forjado, são mostradas oito fotografias dispostas em tableaux como aqueles vistos em museus como o Louvre ou o D’Orsay.  Optando por esta forma expositiva, a artista abre mão de simplesmente mostrar suas fotografias mais recentes, para propor um modo de pensá-las no contexto da arte contemporânea. Em Quadro, aquelesoito tableaux traduzem uma questão antiga: o que é uma imagem bela?

Biografia breve dos artistas

Beatriz Toledo nasceu em 1979, em São Paulo. É formada em artes plásticas pela Escola Comunicações e Artes na USP. Em 2007, fez uma residência na École Nationale Superièure de la Photographie em Arles, França. Expôs em espaços como o Centro Maria Antônia, o MAC-USP e a Galeria Virgílio. Durante três anos trabalhou como fotojornalista para o jornal Folha de São Paulo e deu aulas em espaços como o CCSP e o SESC. Atualmente, vive e trabalha em Paris, onde faz mestrado em Fotografia e Arte Contemporânea.

Ed Panar nasceu em Johnstown, Pensilvânia - EUA, em 1976. Completou seu mestrado na Cranbrook Academy of Art em Bloomfield Hills, Michigan, e, dentre suas recentes publicações, destacam-se Animals That Saw Me (The Ice Plant), Same Difference (Gottlund Verlag) e Golden Palms (J&L Books). Possui trabalho na coleção permanente do Museum of Contemporary Photography em Chicago e foi incluído no Midwest Photographers Project de 2005-2009. Em 2007, recebeu uma bolsa do Pennsylvania Council on the Arts. Atualmente, vive e trabalha em Pittsburgh, Pensilvânia.

Descendente de japoneses e dinamarqueses, Eric Tabuchi nasceu em 1960, em Paris, cidade em que vive e trabalha atualmente. Além de ter sido ídolo pop da cena musical francesa dos anos 80, formou-se em arquitetura, metiér no qual atua até hoje. Tornou-se artista visual no fim dos anos 90, quando começou a expor em instituições como a Fondation Cartier pour l’Art Contemporain e o Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris. No decorrer dos anos 2000, seu trabalho ganha projeção internacional, exibindo-se em países como Canadá, Coreia, Nova York e Bélgica. Na mesma década, Tabuchi realiza diversas exposições individuais, dentre as quais se destacam Reseve Naturelle no Palais de Tokyo, em Paris, e Mini Golf, na galeria La Chambre em Strasbourg, também na França.

Ville Lenkkeri nasceu em Oulu, na Finlândia, em 1972. Estudou Fotografia e Cinema na Academia de Artes Performática (FAMU), em Praga. É mestre em Artes Visuais e Fotografia pela University of Art and Design in Helsinki (UIAH/Taik), famosa por formar grande parte dos fotógrafos que integram a Helsinki School. Em 2005, Lenkkeri muda-se para Estocolmo, onde vive e trabalha até hoje. O artista participou de várias exposições nacionais e internacionais, dentre as quais descata-se a individual Reality in the Making, de 2007, que foi exposta em seis versões: na SynArt Gallery em Frankfurt, Villa Oppenheim, em Berlim, Pole Image, em Rouen, Peter Lav Photo Gallery, em Copenhagen, Korjaamo, em Helsinki, e Finlands Institutet, em Estocolmo.

Serviço:
Eventos: exposição individual Quadro da artista Beatriz Toledo; e exposição coletiva Humble, silent and unexplainable, dos artistas Eric Tabuchi, Ed Panar e Ville Lenkkeri
Período expositivo: de 14 de setembro a 08 de outubro de 2011

Local: Galeria Virgilio
Endereço: Rua Virgílio de Carvalho Pinto, 426, Pinheiros, São Paulo - SP
Telefone: (55 11) 2373 2999. Horários: de segunda a sexta, das 10 às 19h; e sábados, das 10 às 17h
Entrada livre e franca. www.galeriavirgilio.com.br 

Por Décio Hernandez Di Giorgi

Galeria Virgilio exibe recente produção de Beatriz Toledo e mostra internacional de fotografia

14 de setembro a 08 de outubro de 2011

A artista Beatriz Toledo apresenta duas mostras paralelas na Galeria Virgilio, em São Paulo: Quadro, sua terceira exposição individual, e Humble, silent and unexplainable,em que reúne tra

balhos de três artistas internacionais, o francês Eric Tabuchi, o americano Ed Panar e o finlandês Ville Lenkkeri.

Humble, silent and unexplainable apresenta artistas que seguem o mesmo protocolo: andar com uma câmera na mão e ir tirando fotografias ao acaso. Suas obras parecem esbarrar num caráter de “registro imediato”. Mas suas séries se constituem não pela escolha prévia de um tema, e sim pela organização posterior dessas imagens que eles vão colecionando. Desde animais até cenas e coisas encontradas em estradas ou em museus de história natural, suas obras se descolam da “imediatez” do encontro com as coisas e passam a buscar associações muito particulares entre as imagens. Se deixando passar por meros registros de instantes sem importância, esses trabalhos parecem lembrar o pensamento de Walker Evans, que declara que um artista “pode operar dentro de uma definição e se divertir enganando o público. Muitas vezes estou fazendo uma coisa enquanto as pessoas pensam que estou fazendo outra.”

Em Quadro, Beatriz Toledo questiona o estatuto da imagem fotográfica. Em um ambiente museográfico forjado, são mostradas oito fotografias dispostas em tableaux como aqueles vistos em museus como o Louvre ou o D’Orsay.  Optando por esta forma expositiva, a artista abre mão de simplesmente mostrar suas fotografias mais recentes, para propor um modo de pensá-las no contexto da arte contemporânea. Em Quadro, aquelesoito tableaux traduzem uma questão antiga: o que é uma imagem bela?

Biografia breve dos artistas

Beatriz Toledo nasceu em 1979, em São Paulo. É formada em artes plásticas pela Escola Comunicações e Artes na USP. Em 2007, fez uma residência na École Nationale Superièure de la Photographie em Arles, França. Expôs em espaços como o Centro Maria Antônia, o MAC-USP e a Galeria Virgílio. Durante três anos trabalhou como fotojornalista para o jornal Folha de São Paulo e deu aulas em espaços como o CCSP e o SESC. Atualmente, vive e trabalha em Paris, onde faz mestrado em Fotografia e Arte Contemporânea.

Ed Panar nasceu em Johnstown, Pensilvânia - EUA, em 1976. Completou seu mestrado na Cranbrook Academy of Art em Bloomfield Hills, Michigan, e, dentre suas recentes publicações, destacam-se Animals That Saw Me (The Ice Plant), Same Difference (Gottlund Verlag) e Golden Palms (J&L Books). Possui trabalho na coleção permanente do Museum of Contemporary Photography em Chicago e foi incluído no Midwest Photographers Project de 2005-2009. Em 2007, recebeu uma bolsa do Pennsylvania Council on the Arts. Atualmente, vive e trabalha em Pittsburgh, Pensilvânia.

Descendente de japoneses e dinamarqueses, Eric Tabuchi nasceu em 1960, em Paris, cidade em que vive e trabalha atualmente. Além de ter sido ídolo pop da cena musical francesa dos anos 80, formou-se em arquitetura, metiér no qual atua até hoje. Tornou-se artista visual no fim dos anos 90, quando começou a expor em instituições como a Fondation Cartier pour l’Art Contemporain e o Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris. No decorrer dos anos 2000, seu trabalho ganha projeção internacional, exibindo-se em países como Canadá, Coreia, Nova York e Bélgica. Na mesma década, Tabuchi realiza diversas exposições individuais, dentre as quais se destacam Reseve Naturelle no Palais de Tokyo, em Paris, e Mini Golf, na galeria La Chambre em Strasbourg, também na França.

Ville Lenkkeri nasceu em Oulu, na Finlândia, em 1972. Estudou Fotografia e Cinema na Academia de Artes Performática (FAMU), em Praga. É mestre em Artes Visuais e Fotografia pela University of Art and Design in Helsinki (UIAH/Taik), famosa por formar grande parte dos fotógrafos que integram a Helsinki School. Em 2005, Lenkkeri muda-se para Estocolmo, onde vive e trabalha até hoje. O artista participou de várias exposições nacionais e internacionais, dentre as quais descata-se a individual Reality in the Making, de 2007, que foi exposta em seis versões: na SynArt Gallery em Frankfurt, Villa Oppenheim, em Berlim, Pole Image, em Rouen, Peter Lav Photo Gallery, em Copenhagen, Korjaamo, em Helsinki, e Finlands Institutet, em Estocolmo.

Serviço:
Eventos: exposição individual Quadro da artista Beatriz Toledo; e exposição coletiva Humble, silent and unexplainable, dos artistas Eric Tabuchi, Ed Panar e Ville Lenkkeri
Período expositivo: de 14 de setembro a 08 de outubro de 2011

Local: Galeria Virgilio
Endereço: Rua Virgílio de Carvalho Pinto, 426, Pinheiros, São Paulo - SP
Telefone: (55 11) 2373 2999. Horários: de segunda a sexta, das 10 às 19h; e sábados, das 10 às 17h
Entrada livre e franca. www.galeriavirgilio.com.br