Home / Dicas Culturais Brasil / Sarah McKenzie no Brasil para divulgar o álbum Paris In The Rain

Sarah McKenzie no Brasil para divulgar o álbum Paris In The Rain

Sarah McKenzie, Artista australiana, vem ao Brasil pela primeira vez.

EM SUA PRIMEIRA VINDA AO BRASIL, CANTORA E PIANISTA SERÁ A ATRAÇÃO INTERNACIONAL DA INAUGURAÇÃO DA BLUE NOTE RIO

A australiana Sarah McKenzie, que lançou no início desse ano seu segundo álbum, Paris In The Rain, vem ao Brasil pela primeira vez. A cantora será a única atração internacional na noite de inauguração da mais nova casa noturna de jazz carioca, a Blue Note Rio, dia 31, em evento fechado para convidados.

Sarah chega ao Brasil neste domingo, 27, e irá passar a semana em agenda promocional divulgando seu novo álbum no Rio de Janeiro e São Paulo. Seis anos após lançar seu disco de estreia, “Do not Tempt Me” (2011), a cantora de 27 anos lançou seu segundo trabalho de estúdio, “Paris In The Rain”; aclamado pela crítica, o álbum já passa de 1 milhão de streams no Spotify e o vídeo do single “Paris In The Rain” conta com mais de 69 mil views no YouTube. Assista aqui: https://youtu.be/iJcGWdcEaPA.

Sarah McKenzie já se apresentou na Blue Noite de Nova Iorque e Japão, e agora será a única estrangeira convidada para se apresentar na inauguração da nova casa de jazz carioca. Esta será a sétima filial do clube de jazz fundado em 1981, e que já conta com unidades na Califórnia, Havaí, Milão, Pequim, Tóquio e Nagoya. A Blue Noite Rio será seu primeiro palco no Hemisfério Sul. Mais em www.bluenoterio.com.br.

Sarah Mckenzie nasceu em Melbourne, Austrália. Ela obteve seu primeiro diploma de bacharel em jazz na Academia Australiana Ocidental de Perth de Artes Performáticas. Com dois discos criticamente aclamados, seu primeiro álbum foi vencedor como Melhor Álbum de Jazz do ARIA Music Awards de 2012, principal premiação australiana. Ela também se formou na Berklee College of Music, de Boston (EUA), em performance de jazz.

Sarah já se apresentou nos locais mais icônicos do jazz – nos festivais em Monterey, Juan-les-Pins, Marciac e Perugia, e nos palcos Dizzy e Minton em Nova York, bem como nos melhores clubes de Paris, Londres, Viena, Munique e Sydney. Também já se apresentou com a Boston Pops Orchestra, e estreou uma de suas composições no Symphony Hall de Boston. Por último, mas não menos importante, a versão australiana de “We Could Be Lovers” ganhou o Prêmio Bell para Melhor Álbum Vocal Australiano.

Logo após se formar em Berklee, ela iniciou sua carreira sob os olhos do produtor Jean-Philippe Allard. No início desse ano, a cantora lançou o álbum “Paris In The Rain” pelo lendário selo Impulse, que voltou à ativa depois de ser uma das principais gravadoras de jazz dos anos 60.

Sarah e Impulse reuniram grandes músicos na produção do álbum, como Mark Whitfield e o renomado brasileiro Romero Lubambo. Ele também foi produzido por Brian Bacchus, que embora possa não ser um nome familiar, é muito conhecido no cenário musical por trabalhos realizados ao lado de artistas como Norah Jones e Gregory Porter. A crítica australiana chegou a publicar que a cantora vai além da gravação de estúdio e que o disco não reproduz inteiramente toda a energia impressionante que Sarah tem nos palcos. Para saber mais acesse www.sarahmckenzie.info.

CONHEÇA MAIS DO TRABALHO DE SARAH MCKENZIE NOS ÁLBUNS ABAIXO:

Vídeo de “Paris in the Rain”:

https://www.youtube.com/watch?v=iJcGWdcEaPA

Vídeo de “Quoi, Quoi, Quoi”:

https://www.youtube.com/watch?v=fmVUR-Y-llk

Vídeo de “You Must Believe in Spring”:

https://www.youtube.com/watch?v=RdUJ9-_iKjM

Show no JazzOpen Stuttgart em 2015:

https://www.youtube.com/watch?v=ulx_r2F-Xt8

Show em San Javier em 2016:

https://www.youtube.com/watch?v=PWPSf1t0l0M

Check Also

Restaurante El Negro lança novo cardápio para o Dicas da Casa

Menu contempla entrada, prato principal e sobremesa a um valor fixo de R$ 59,90 Um …

Deixe seu comentário