Shows Rio

SHOWS RIO DE JANEIRO

MONARCO - Teatro Rival Petrobras

Divulgação

Foto: Monarco, seu filho Marquinhos de Diniz e sua neta Juliana Diniz

Rio de Janeiro - Show

Shows

Por Ivone Kassu / Leandro Gomes

MONARCO
Show em Homenagem ao dia dos Pais

Dias 06 e 07 de agosto de 2010
Sexta e sábado, às 19h30

E como o ditado diz "Filho de Peixe, peixinho é!". Uma perfeita denominação a essa família de sambistas que carrega há várias gerações o dom de fazer o melhor samba. Monarco, portelense, carismático, contador de histórias, dotado de uma memória prodigiosa, 'A Voz do Samba' poeta de todas as letras, convida seu filho Marquinhos de Diniz e sua neta Juliana Diniz a prestarem uma homenagem a todos os pais, no palco do teatro Rival Petrobras.

Para os que conhecem o grande Monarco, identificar o dono de tantos atributos não é tarefa difícil. Mas todo esse talento tem uma razão de ser: o pai, José Felipe Diniz, que era poeta. Monarco nasceu no bairro de Cavalcante, no Rio de Janeiro, em 1933. Mas foi em Osvaldo Cruz, para onde se mudou mais tarde, que conheceu o seu mestre, Paulo Benjamim de Oliveira - o Paulo da Portela, fundador da sua agremiação de samba. Em 1950, passou a ser integrante da ala dos compositores da Escola, e hoje lidera a Velha Guarda da Portela, instituição criada e apadrinhada por Paulinho da Viola.

Na quietude que somente os grandes mestres têm, Monarco é contador de histórias. Ele é hoje, com toda justiça, o "malandro histórico da Portela" - legado de Alcides -, sabendo como ninguém traçar um relato fiel, pitoresco e descompromissado da alma carioca.

Considerado a figura número "1" do samba de raiz, Monarco canta, com sua voz inigualável, de belíssimo e raro tom grave, o seu acervo de bamba. As suas canções estão imortalizadas por grandes nomes como Clara Nunes, Beth Carvalho, Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho, João Nogueira e tantos outros. Dentre centenas de pérolas, figuram 'Proposta Amorosa', 'Vida de Rainha', 'Passado de Glória', 'Coração em Desalinho' e a caçula 'Vai Vadiar'. O show de Monarco é uma viagem pela história do samba de raiz.

Reconhecido pelo público e pela crítica como um dos maiores baluartes da música brasileira, recebeu, entre outras homenagens, o Prêmio Sharp de Melhor Disco de Samba em 1995 e também o prêmio
Tim de Música em 2004.

O primeiro disco solo, que o revelou também como intérprete, foi lançado em 1976, com músicas como 'O Quitandeiro', 'Lenço' e outras. Outro disco, 'Terreiro', foi lançado em 1980. Em 1995 gravou o CD 'A Voz do Samba', lançado inicialmente no mercado japonês.

Teatro Rival Petrobras (472 lugares) Rua: Álvaro Alvim, 33/37 - Cinelândia.
Dias 06 e 07/08 - Sexta e sábado às 19h30
Preço: R$ 50,00 (Inteira) R$ 40,00 (Os 100 primeiros pagantes) R$ 25,00 (Estudante/ Idoso/ Professor da rede municipal). Classificação: 16 anos. Reservas: 2524 - 1666 www.rivalpetrobras.com.br

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet