Agenda São Paulo

TEATRO INFANTIL SÃO PAULO

JOÃO CABEÇA DE FEIJÃO

JOÃO CABEÇA DE FEIJÃO

Foto: João Valério

TEATRO PLÍNIO MARCOS – SALA LINNEU DIAS – Shopping Pompéia Nobre

Peça Infantil

Por Caroline L. Carrion - Arteplural Comunicação

JOÃO CABEÇA DE FEIJÃO

Reestreia dia 2 de agosto, domingo, às 11h - Grátis

Livremente inspirado na narrativa inglesa João e o Pé de Feijão, o espetáculo é recheado de sonoridade brasileira e explora aspectos da fome e do folclore nordestino, dialogando com contos e lendas medievais (com imagens inspiradas em Hieronymus Bosch). Conduzido pela interação de atores e bonecos, a peça - indicada a três Prêmios Coca Cola FEMSA 2008 nas categorias texto, trilha sonora e adereços - se passa em um único e lúdico universo cênico.

Os feijões que João recebeu em troca da vaquinha da família eram verdadeiramente mágicos. O gigantesco pé de feijão no quintal de sua casa não deixava dúvidas. As folhas tocavam as nuvens do céu, despertando a curiosidade do pequeno João. O que haveria lá em cima? Que mistérios as nuvens revelariam? Sem medo de enfrentar o desconhecido, João resolve se arriscar em uma aventura, à procura por uma gansa encantada que bota ovos de ouro, diante de instrumentos musicais que falam; ou fugindo de um ogro gigante e muitas outras surpresas, aprendendo que são suas atitudes e os riscos de suas escolhas que norteiam seu destino.

O Mágico dos Feijões, o Macaquinho vendedor-serelepe, a Bibliotecária, o Cozinheiro que fala através de provérbios, o crescimento do Pé de Feijão, as nuvens, o Castelo falante, o Ogro, a Gansa e a Harpa. Tudo é feito com bonecos, adereços e formas animadas - grande parte deles criados com material reutilizado – que atuam diretamente com o elenco, apoiados sobre esculturas de chapéu e atores (cenografia viva). Os elementos se misturam ou se fundem em diferentes formas lúdicas, permitindo que se trabalhe o contraste entre o grande e o pequeno (ator versus boneco).

O Mágico dos Feijões, o Macaquinho vendedor-serelepe, a Bibliotecária, o Cozinheiro que fala através de provérbios, o crescimento do Pé de Feijão, as nuvens, o Castelo falante, o Ogro, a Gansa e a Harpa. Tudo é feito com bonecos, adereços e formas animadas - grande parte deles criados com material reutilizado – que atuam diretamente com o elenco, apoiados sobre esculturas de chapéu e atores (cenografia viva). Os elementos se misturam ou se fundem em diferentes formas lúdicas, permitindo que se trabalhe o contraste entre o grande e o pequeno (ator versus boneco).

JOÃO CABEÇA DE FEIJÃO – Reestreia dia 2 de agosto, domingo, às 11h.
Temporada – domingo, às 11 horas, até 30 de agosto.
Grátis. Indicação: de 2 a 10 anos. Duração: 50 minutos.
Bilheteria – Retirar ingressos para os espetáculos infantis com até 30 minutos de antecedência, aos domingos,
a partir das 10 horas. Capacidade – 75 lugares.

TEATRO PLÍNIO MARCOS – SALA LINNEU DIAS – Shopping Pompéia Nobre.
Rua Clélia, 33, 1º andar – Fone: (11) 3864-3129. Acesso para deficientes físicos.
Ar condicionado. Dois estacionamentos no local (R$ 10,00).

Ficha Técnica:
Dramaturgia e direção: Dario Uzam. Bonecos: Surley Valério. Cenografia, figurinos e adereços: Helena Ramos. Direção de cena: Fabiana Barbosa. Trilha sonora e iluminação: Dario Uzam. Preparação corporal: Paulo Cruz e Manfrini Fabretti. Elenco: Manfrini Fabretti; Paulo Cruz; Jussara Bracco; Andréa Cruz; Claudia Campos. Operação de luz e som: Ricardo Soares. Fotos: João Valério. Produção Executiva: Cia. Articularte. Arte eletrônica: José Henrique Valério e Thaís Uzan.

Sobre a Cia. Articularte

A companhia está completando 10 anos de atividades teatrais em 2009. Procurando trabalhar sempre com compromisso cultural em suas pesquisas e espetáculos, a companhia conta hoje com diversas conquistas, entre elas o Prêmio Panamco 2000, Categoria Especial – Criação de Bonecos para o espetáculo A Cuca Fofa de Tarsila. Participou do Projeto Viagem Teatral - SESI (2000), da Caravana Paulista de Teatro/2000, da Secretaria do Estado da Educação. Em 2002, participou do Festival Nacional de Curitiba/Fringe com as peças: A Cuca Fofa de Tarsila e O Trenzinho Villa- Lobos, que também fez parte da Mostra Infantil de Bonecos (SESI); e do XI e XII Festival Espetacular de Teatro de Bonecos, em Curitiba, de caráter internacional. Prêmios Funarte Petrobrás para a produção da montagem “Era uma vez eu”, texto de Luis Alberto de Abreu (autor da minisérie televisiva “Hoje é Dia de Maria”).

Caroline L. Carrion - 9602-4162
Arteplural Comunicação
Fernanda Teixeira
(11) 3885-3671/ 9948-5355
r manoel da nóbrega, 1.114
www.artepluralweb.com.br

Navegue por NossaDica

Copyright © 2007 • Nossadica • Todos os direitos reservados • Mapa do siteWebMasterHostDica Serviço de Internet