Teatro Infantil Rio

TEATRO INFANTIL RIO DE JANEIRO

UM GAROTO CHAMADO RORBETO

UM GAROTO CHAMADO RORBETO

Foto: Vivian Ribeiro

Teatro das Artes - Shopping da Gávea de 04 de julho a 23 de agosto

Teatro estreia

Daniella Cavalcanti / Assessoria de Imprensa

UM GAROTO CHAMADO RORBETO

Espetáculo baseado no livro de Gabriel o Pensador chega ao Teatro das Artes, com direção de Sura Berditchevsky

Sucesso de público e crítica no ano passado, o infantil “Um garoto chamado Rorbeto”, de Gabriel o Pensador e direção de Sura Berditchevsky, volta para uma nova temporada no Rio de Janeiro, a partir do dia 04 de julho, no Teatro das Artes, no Shopping da Gávea, aos sábados e domingos, às 17h. O espetáculo é uma adaptação do livro de mesmo nome, com o qual Gabriel ganhou o Prêmio Jabuti de Literatura em 2006.

A montagem, com músicas do próprio Gabriel, em parceria com Tiago Mocotó e André Gomes, traz no elenco, João Pedro Zappa, como Rorbeto, Waleska Arêas, Cícero Raul, Brunella Provvidente, Felipe Haiut, Eduardo Rios, Robson Rocha e Luiza Yabrudi.

Com muito humor e sensibilidade, a peça conta a história de um menino que se descobre diferente dos outros garotos. Rorbeto deveria se chamar Roberto, mas, devido ao analfabetismo de seu pai, acabou sendo registrado com as letras trocadas. Mas Rorbeto aprendeu a pensar, a escrever e a contar – um dia descobriu que podia chegar até o número 11 usando, apenas, os dedos de suas duas mãos (o menino tinha seis dedos na mão direita). O constrangimento toma conta dele, que começa a ir à escola com a mão direita escondida dentro de uma sacola, temendo ser descoberto pelos colegas. É quando Rorbeto aprende a escrever que a situação muda, pois é justamente com a mão que tem um dedo a mais que ele consegue fazer a letra mais bonita da classe.

O autor fala do analfabetismo, da questão social e da aceitação das diferenças - no que elas podem trazer de novo e contribuir nas relações coletivas. Neste texto, Gabriel, cujo trabalho é reconhecido pelo marcante caráter urbano, mostra um outro lado seu para o público, contando uma história de ambientação tipicamente rural. Mas, mesmo neste contexto, está presente a sua marca de músico-letrista de rap, ágil no pensamento, e pontuando o espetáculo com músicas que aproximam o rap do repente nordestino:

CRÍTICA CEPETIN – Centro de Pesquisa e Estudo de Teatro Infantil su)b

“Um garoto chamado Rorbeto é um espetáculo onde o que fica mais evidente é o bom teatro. O teatro feito com cuidado, acabamento, competência e talento. As crianças gostam e os pais apreciam como deve ser um bom espetáculo infantil: agradar às crianças – a seu modo, e aos adultos, por sua ótica. Sura Berditchevsky se sai extremamente feliz neste seu trabalho. O espetáculo é preciso, limpo, bem construído, cenas cativantes, a direção de ator é clara, dando a organicidade necessária à própria concepção do espetáculo, um interior bem brasileiro, feito a partir de imagens encontradas por esse Brasil afora e sem cair no "caipirismo" caricato. Muitíssimo bem conduzidos os atores – todos – estão muito bem”.

Sobre Sura Berditchevsky:

Sura Berditchevsky, que é responsável por dirigir o primeiro texto de Gabriel o Pensador para o teatro, reúne, ao longo de sua carreira, grandes trabalhos como os elogiados “Cócegas” e “Cosquinhas”, onde é uma das diretoras. Entre os prêmios colecionados estão: Prêmio Coca-cola (com “Peter Pan” e “Diário de um adolescente hipocondríaco”), Prêmio Moliére (“Peter Pan”) e Prêmio Mambembe (“Um Peixe Fora D´água”).

Teatro das Artes (Rua Marquês de São Vicente, 52/2º piso – Shopping da Gávea
. Tel.: 2239-1095 / 2274- 9895).
Bilheteria: Terça a domingo a partir das 15h
Horários: Sábados e domingos às 17h
Preço: R$40,00 (inteira) R$20,00 (meia)
Temporada: de 04 de julho a 23 de agosto.
Capacidade: 400 lugares.
Classificação etária: Livre.
Duração: 60 minutos.

Texto e Adaptação: Gabriel o Pensador
Direção: Sura Berditchevsky
Direção Musical: Gabriel o Pensador
Elenco / Personagens: João Pedro Zappa / Rorbeto Waleska Arêas / Mãe Cícero Raul / Pai Brunella Provvidente / Menina Felipe Haiut / Jonas Eduardo Rios / Tonhão Robson Rocha Luiza Yabrudi Iluminação: Jorginho de Carvalho
Animaão Gráfica: Renato Vilarouca e Ricardo Vilarouca Composições: Gabriel o Pensador, Tiago Mocotó e André Gomes Arranjos: André Gomes
Figurino: Flávia Leão
Coreografia: Ana Soares
Programação Visual: Nair de Paula Produção: Sura Berditchevsky
Realização: Companhia de Theatro Sura Berditchevsky