Teatro São Paulo

TEATRO SÃO PAULO

AS ENCALHADAS

AS ENCALHADAS

Foto: divulgação

TEATRO RUTH ESCOBAR

Teatro São Pauo

Por José Dantas / Assessoria de Imprensa

As Encalhadas

Até 27de novembro

Há dez anos em cartaz, "As Encalhadas" participou do Festival de Teatro Cômico da Maia, em Portugal em 2003; e em janeiro de 2004 do Festival Janeiro Brasileiro da Comédia de São José do Rio Preto, além de viagens por mais de 40 cidades paulistas..

"As Encalhadas" é uma comédia musicada que satiriza as angústias e prazeres de mulheres de diferentes classes sociais que vivem sozinhas, e as insólitas situações com que se defrontam num mundo "feito para casais".

A história gira em torno de três mulheres que por motivos diferentes encontram-se sozinhas neste momento de suas vidas, na virada do milênio.

A primeira encalhada, Cecília, é solteirona convicta. Tem muitos namorados, mas não consegue se fixar em nenhum, colocando defeitos insuperáveis em todos. É representante do famoso "complexo de cinderela". É apresentadora do programa "Mulher 2000", presidente da A.S.A (Associação da Solitárias Anônimas) e psicóloga. Seu maior conflito é querer Ter um filho, pois é descendente de italianos, que supervalorizam a maternidade. Assim, decide procurar um reprodutor.

Narcisa, encontra-se casada no início do espetáculo, mas não menos sozinha. Seu marido, milionário, viaja muito e não lhe dá atenção. Ex-Miss Pindamonhangaba, saiu do concurso direto para o casamento. Depois de dez anos de casamento, descobre que foi traída todo esse tempo, então decide divorciar-se. Seu marido a deixa sem nenhum dinheiro e a partir daí começa sua "difícil tarefa" de encontrar outro milionário que a sustente.

A última encalhada, Grace, é maquiadora do programa "Mulher 2000" e vendedora de produtos eróticos. Seu grande sonho é casar-se, mas só se envolve com homens comprometidos, vivendo sempre o papel da amante. Seu maior objetivo é encontrar um homem que largue da esposa pra ficar com ela.

Essas três mulheres, apesar de possuírem perfis bem diferentes, encontram dificuldades muito semelhantes ao tentar lidar com o problema da solidão. Todas as situações são apresentadas em forma de esquetes bem humorados, na academia de ginástica, no cabeleireiro, no Sex-shop, até que elas descobrem que possuem também em comum o mesmo homem, Ernesto, marido de Narcisa, amante de Grace e reprodutor do filho de Cecília.

A peça narra as aventuras de Narcisa, Cecília e Grace, que são três mulheres diferentes na personalidade ,mas com algo em comum: A SOLIDÃO.

Em suas atividades rotineiras aparentemente tudo vai bem, mas a falta de um companheiro é latente. CECÍLIA é a mulher bem sucedida na profissão de psicóloga e tem um Programa de TV, onde aconselha mulheres solitárias, tem facilidade para arrumar namorados , mas nenhum a satisfaz.

Ficha Técnica
Texto: Miriam Palma | Direção Geral: Bibi Ferreira
Elenco: Miriam Palma, Romana Vasconcelos eLiliana Lima

Local: Teatro Ruth Escobar Sala Dina Sfat (391 lugares)
Endereço: Rua dos Ingleses 209, Bela Vista - Fone 11- 3289-2358
Horários: sábados às 19 | Ingresso: R$ 40,00 (inteira) R$ 20,00 (meia)
Datas: até 28 de Agostode 2010 | Duração: 90 minutos | Classificação: 12 anos